Menu
RSS


True Detective 3: "Senti que fiz um filme de oito horas", diz Stephen Dorff

De passagem por Portugal para o lançamento da HBO Portugal, o ator Stephen Dorff falou aos jornalistas sobre o seu trabalho na terceira temporada de True Detective.

"Senti que fiz um filme de oito horas", disse Dorff, acrescentando que o nivel de recursos oferecido pela HBO foi brilhante: "desde os tecnicos, à equipa, aos atores, os guiões, a fotografia, até a comida". Reconhecendo que sempre foi fã de True Detective, o ator manifestou que ficou logo impressionado com o trabalho de Nic Pizzolatto e com a performance dos atores na primeira temporada, considerando que a oportunidade de trabalhar nesta nova temporada foi "incrível" e que este foi provavelmente o melhor projeto em que já participou: "E nem sequer digo isto pela boa comida", concluiu a sua afirmação com humor.


Mahershala Ali e Stephen Dorff

Sobre o secretismo que envolve hoje em dias estas produções, ao contrário de Rodrigo Santoro em Westworld,  Dorff reconhece que recebeu 7 dos 8 guiões dos episódios antes de começarem as filmagens. "Só a meio das filmagens nos deram o guião do  8º episódio. Existe um secretismo [sobre a série]. Sempre que vou a um país dar entrevistas tenho de ter cuidado para não revelar spoilers. Sinto que existe mais 'hype', atenção e fãs para este tipo de programas. Cheguei tarde a este mundo [TV], mas sinto que o mundo das séries tem tomado conta dos fãs. (...) Foi uma grande experiência e o secretismo tornou tudo mais excitante. Concordo com o Rodrigo Santoro, trabalhar em séries é muito complicado. Trabalhar num filme é fácil, comparado com uma série. Fiz um filme logo depois de filmar o True Detective e quando acabou senti que aquilo não era nada [em termos de trabalho]. Foi canja. Fazer filmes é fácil."

True Detective - Temporada 3

Nesta terceira temporada regressamos às origens da série lançada em 2014 por Pizzolatto e Cary Fukunaga. Mais uma vez, dois detetives têm de lidar com um caso passado, mas em vez das duas linhas temporais da temporada protagonizada por Matthew McConaughey e Woody Harrelson (agora produtores executivos da série), nesta temos três. É nesses três tempos que acompanhamos uma narrativa que segue Stephen Dorff e Mahershala Ali, os detetives Roland West e Wayne Hays.

O caso começa com o desaparecimento de duas crianças em 1980 no Arkansas, surgindo Hays novamente em 1990 a fazer um depoimento sobre os eventos, e  já nos tempos correntes, onde envelhecido e com demência, dá uma entrevista a uma equipa de televisão de um programa chamado True Criminal. A realização está agora entregue a Jeremy Saulnier - responsável por Ruína AzulGreen Room e o enorme Hold The Dark (filme Netflix).

 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos