Logo
 Imprimir esta página

Marco Bellocchio prepara série de TV sobre o sequestro de Aldo Moro

Os cineastas continuam em força em apostar em projetos para o pequeno ecrã e s é o senhor que se segue.

O realizador italiano, conhecido por filmes como Vencer (2009) e Sonhos Cor-de-Rosa (2016), está pronto para dirigir a sua primeira série de TV, Esterno notte, em 2018, logo após terminar os trabalhos de Il traditore (The Traitor), a sua mais recente longa metragem sobre um dos mais importantes membros da Cosa Nostra, Tommaso Buscetta.

Em declarações à imprensa italiana, o cineasta afirmou que a série vai mostrar o outro lado de Bom Dia, Noite, um filme que o mesmo assinou em 2003: «Vai contar a história dos 53 dias de sequestro, prisão e assassinato de Aldo Moro, mas fora das muralhas da prisão».

Apresentado em competição no Festival de Cinema de Veneza em 2003, Bom Dia, Noite conta a história do sequestro de Aldo Moro (interpretado por Roberto Herlitzka) do ponto de vista dos raptores (interpretados por Luigi Lo Cascio e Maya Sansa). Moro era um jurista, professor e político, por cinco vezes primeiro ministro italiano, que foi sequestrado a 16 de março de 1978 pelas Brigadas Vermelhas, e assassinado depois de 55 dias em cativeiro.

«Desta vez, os protagonistas serão os homens e as mulheres que ficaram fora dos muros da prisão, todos envolvidos, de maneiras diferentes no rapto de Moro. A família, os políticos, os sacerdotes, o Papa, os professores, a polícia, os serviços secretos, membros das Brigadas [Vermelhas] dentro e fora prisão, até mesmo os mafiosos e os infiltrados ... Os famosos protagonistas tão frequentemente vistos na televisão e nos jornais, mas também aqueles que permanecem relativamente desconhecidos», afirmou Bellocchio.

A série será filmada no quadragésimo aniversário da morte de Moro e deverá será produzida pela RAI.



Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.