Menu
RSS

 

Primeiro trailer de «Gru, O Maldisposto 3»

Afinal, o nosso vilão tem um gémeo, que decide, por fim, ressurgir das sombras. O Gru, O Maldisposto e o seu exército de Minions vão regressar em 2017.

O novo filme será dirigido por Kyle Balda e Pierre Coffin e contará com as vozes de Steve Carell, Kristen Wiig, Russel Brand e Trey Parker (criador de South Park), este último como o novo vilão, Balthazar Bratt.

Nos cinemas portuguesas a 29 de junho. 

«La La Land» é o grande favorito dos Globos de Ouro

  • Publicado em Eventos

Foram revelados os nomeados aos Globos de Ouros, prémios atribuídos pelo Sindicato de Imprensa Estrangeira em Hollywood. Entre os destaques conta-se o favoritismo de La La Land com sete nomeações, Moonlight com seis e Manchester By the Sea com cinco. Curiosidades, a ausência de Clint Eastwood e Martin Scorsese nas principais categorias, a de Finding Dory na animação e a presença de Deadpool, em Melhor Filme de Comédia / Musical e de Melhor Ator em referida categoria.

Os vencedores serão anunciado no dia 8 de janeiro em Beverly Hilton Hotel.

Filme (Drama)

Hell or High Water

Hacksaw Ridge

Manchester By the Sea

Lion

Moonlight

 

Filme (Comédia/ Musical)

Florence Foster Jenkins

20th Century Women

La La Land

Deadpool

Sing Street

 

Melhor Filme de Língua Estrangeira

Toni Erdmann (Alemanha)

Neruda (Chile)

Elle (França)

Divines (França)

The Salesman (Irão)

 

Ator (Drama)

Denzel Washington (Fences)

Casey Affleck (Manchester By the Sea)

Joel Edgerton (Loving)

Andrew Garfield (Hacksaw Ridge)

Viggo Mortensen (Captain Fantastic)

 

Atriz (Drama)

Amy Adams (Arrival)

Jessica Chastain (Miss Sloane)

Isabelle Huppert (Elle)

Ruth Negga (Loving)

Natalie Portman (Jackie)

 

Atriz (Comédia/ Musical)

Annette Bening (20th Century Women)

Lily Colins (Rules Don’t Apply)

Hailee Stenfield (The Edge of Seventeen)

Emma Stone (La La Land)

Meryl Streep (Florence Foster Jenkins)

 

Ator (Comédia/ Musical)

Ryan Gosling (La La Land)

Hugh Grant (Florence Foster Jenkins)

Ryan Reynolds (Deadpool)

Colin Farrel (The Lobster)

Jonah Hill (War Dogs)

 

Realizador

Damien Chazelle (La La Land)

Tom Ford (Nocturnal Animals)

Mel Gibson (Hacksaw Ridge)

Barry Jenkins (Moonlight)

Kenneth Lonergan (Manchester by the Sea)

 

Atriz Secundária

Viola Davis (Fences)

Nicola Kidman (Lion)

Naomie Harris (Moonlight)

Michelle Williams (Manchester by the Sea)

Otavia Spencer (Hidden Figures)

 

Ator Secundário

Jeff Bridges (Hell or High Water)

Dev Patel (Lion)

Aaron Taylor-Johnson (Nocturnal Animals)

Mahershala Ali (Moonlight)

Simon Helberg (Florence Foster Jenkins)

 

Argumento

La La Land

Nocturnal Animals

Moonlight

Manchester by the Sea

Hell or High Water

 

Animação

Moana

Zootopia

Sing

Ma Vie de Courgette

Kubo and the Two Strings

 

Banda-Sonora

Lion

Moonlight

Hidden Figures

Arrival

La La Land

 

Canção Original

City of Stars (La La Land)

Can’t Stop the Feeling (Trolls)

Gold (Gold)

Faith (Sing)

How Far I’ll Go (Moana)

Entrevista com Catarina Mourão, realizadora de «A Toca do Lobo»

Para muitos um documentário, para Catarina Mourão foi o embarque de uma demanda à descoberta das suas raízes, a procura por aquele homem que se figurava no álbum de família e que todos apontavam como seu avô. A Toca do Lobo, mais do que um registo pessoal da herança, é uma viagem por um Portugal cada vez mais distante, reduzido às memórias e aos "mitos" que alimentam essa "Fantasia Lusitana". A realizadora falou com o C7nema no âmbito do lançamento em DVD deste documentário que nos remete sobretudo a nós próprios.

Em que preciso momento apercebeu-se da urgência de registar esta sua investigação?

Foi, sem dúvida, a partir do momento em que vi um arquivo da RTP com o meu avô, em que ele mostra uma estranha colecção que diz querer oferecer a uma futura neta imaginada de nome Catarina. Eu nunca conheci o meu avô e quando esse programa foi filmado eu nem sequer existia. Achei que esse filme era um pedido dele para eu fazer este filme.

Em a Toca do Lobo, ao aproximar-se da história do seu avô, mapeia um Portugal de outros tempos, um país diferente, quer de costumes e mentalidades, assim como politicamente e socialmente. Como encara este "país" que Tomás de Figueiredo vivia?

Uso as palavras da minha mãe “Era um país fechado num colete de forças” cheio de regras, tabus e proibidos.

"Se aquilo que não sabemos fosse medido a quilómetros". Estaria disposta a recontinuar extensivamente esta mesma sua jornada ao encontro do passado da sua família?

Sim, há muitas pontas soltas e histórias para descobrir. Inevitavelmente hei-de voltar a esta aventura.

Desde a produção até à estreia do filme em sala, conseguiu, por fim, entrar na habitação de Casares?

Ainda não consegui. Talvez um dia. E quem sabe farei outro filme.

Em relação à construção deste documentário, e visto o tema ser pessoal, como foi pensá-lo e moldá-lo de forma a ser emocionalmente perceptível para um vasto público?

É uma tarefa de constante aproximação e recuo, como diz um amigo meu é tudo uma questão de distância focal.

O que pode dizer sobre novos projectos?

Apenas posso dizer que iremos para a praia, a preto e branco e a cores, a praia do século XX.

Primeiro vislumbre de «Insidious 4»

Depois de três filmes de orçamentos consideravelmente baixos e com um rendimento total de 370 milhões de dólares mundiais, é natural que não se termine Insidious como uma trilogia.

Pois bem, o quarto filme vem a caminho, e a personagem parapsicóloga, Elise Rainer (interpretada por Lin Shaye), está de volta à saga. Segundo a produção, este novo filme é mais uma prequela do primeiro e segundo capitulo, exibindo a célebre personagens nos seus primeiros casos de investigação paranormal.

Insidious: Chapter 4 será dirigido por Adam Robitel, que fora o argumentista do sexto tomo de Paranormal Activity, e contará com o habitual guião de Leigh Whannell.

Chegará aos cinemas em outubro de 2017.

Contactos

Quem Somos

Segue-nos