Menu
RSS


Depois de «A Favorita», Yorgos Lanthimos leva ao cinema «Pop. 1280»

Depois de A LagostaO Sacrifício de Um Cervo Sagrado e A Favorita, o grego Yorgos Lanthimos vai levar ao cinema mais uma obra falada em inglês, desta vez adaptando um livro de Jim Thompson, Pop. 1280.

Escrito em 1964, e já transformada num filme em 1981 pelo francês Bertrand Tavernier com o nome Coup de Torchon/Justiceiro por Conta Própria, Pop. 1280 segue um xerife corrupto de uma pequena cidade que manipula as pessoas à sua volta para ganhar as próximas eleições.

Vale a pena referir que entre os romances adaptados deste autor ao cinema estão duas versões de The Getaway, pelos realizadores Sam Peckinpah (Tiro de Escape, 1973) e Roger Donaldson (Escape, 1994); duas versões de The Killer Inside Me (Um Assassino Dentro de Mim, 1976; O Assassino em Mim, 2010); The Grifters (Anatomia de um Golpe, 1990), por Stephen Frears; After Dark, My Sweet (Depois do anoitecer, querida, 1990) de James Foley; A Hell of a Woman (Série Noire/Série Negra, 1979) por Alain Corneau; A Swell-Looking Babe (Hit Me, 1996) por Steven Shainberg; This World, Then the Fireworks (Vidas Enraivecidas, 1997); e The Kill-Off (1989) por Maggie Greenwald.

Thompson também é conhecido por ter trabalhado com Stanley Kubrick em Um Roubo no Hipódromo (1956) Horizontes de Glória (1957).

Quanto a Lanthimos, o seu último filme - A Favorita - está nomeado a 10 Oscars, vincando o seu novo estatuto na indústria de Hollywood após dar nas vistas com Canino (2009) e Alps (2011).

 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos