Menu
RSS

 



Harvey Weinstein nega acusações de Rose McGowan e usa Ben Affleck e Jill Messick como "provas"

A troca de acusações entre Harvey Weinstein e Rose McGowan está para durar. Quebrando o silêncio, e numa declaração oficial através do seu advogado, Ben Brafman, Harvey Weinstein nega as alegações de que violou Rose McGowan durante o Festival de Cinema de Sundance de 1997. Para "provar" isso mesmo, foram divulgados e-mails trocados entre Ben Affleck, a manager de McGowan na época, Jill Messick, e Weinstein, que não corroboram a versão da história da atriz.

Recorde-se que McGowan detalhou o alegado caso de abuso sexual pela primeira no seu livro "Brave", onde escreve que foi convidada por Weinstein para falar sobre a sua carreira. Quando chegaram ao quarto de Weinstein, o produtor puxou-a para um quarto com jacuzzi e despiu-a. Weinstein alegadamente fez sexo oral a ela enquanto se masturbava. Depois disso, diz McGowan, foi levada para uma sessão fotográfica com Ben Affleck, para promover o filme FantasmasO ator terá presenciado o estado da atriz, abalada e a tremer, e questionou-a sobre isso. Quando ela contou o que tinha acontecido, Affleck terá dito algumas palavras que deixavam implícito que já sabia de alguns de abusos de Weinstein.

Contrariando as palavras de McGowan, Brafman divulgou um e-mail que Affleck teria enviado a Weinstein a 26 de julho, antes de se iniciarem as denúncias contra o produtor. Nessa mensagem,  Affleck nega que McGowan lhe tenha falado sobre a alegada violação: "Ela nunca me disse, nem nunca deduzi que tinha sido atacada por alguém. Qualquer declaração em contrário é falsa. Não tenho conhecimento de nada que a Rose tenha feito ou alegou ter feito."

Num outro e-mail, a antiga agente de McGowan, Jill Messick, diz que a atriz lhe tinha dito que entrou na banheira de hidromassagem, na noite em que conheceu Weinstein, mas que se arrependeu dessa decisão: "Quando nos encontramos no dia seguinte, ela hesitantemente contou-me que durante a reunião naquela noite, entrou na banheira de hidromassagem com o Sr. Weinstein. Ela foi muito clara de que entrar na banheira de hidromassagem foi algo que fez de forma consensual e que, em retrospetiva, era algo que se arrependia de ter feito ".

No Twitter, McGowan já respondeu a esta divulgação de emails. Essa mensagem - bastante agressiva - pode ser lida abaixo.

 

 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos