Menu
RSS

 



Mark Hamill discordou com Rian Johnson sobre Luke Skywalker (mas reconhece que estava errado)

Numa entrevista ainda antes de Star Wars: Os Últimos Jedi chegar aos cinemas, Mark Hamill dava a entender que não tinha  "aceitado completamente" o destino de Luke Skywalker no filme. Essas palavras, têm sido replicadas por inúmeros meios da comunicação social: "Eu disse ao Rian [o realizador], 'Um Jedi não desiste, quer dizer, se ele tivesse um grande problema, talvez demorasse um ano para encontrar a solução, e se ele tivesse errado, ele tentaria reparar o seu erro (...) Tivemos um ponto de vista fundamentalmente diferente sobre isso. Não é mais a minha história, é a de outra pessoa (...) Luke nunca teria dito isso  na versão original, quero dizer, na Guerra das Estrelas de George Lucas.(...) Na nova geração de Star Wars, eu quase tive que pensar no Luke como uma personagem nova. Talvez ele seja Jake Skywalker. Ele não é o meu Luke Skywalker. Eu tive que o executar assim, porque era bom para a história. Mas ainda não aceito isso completamente."

Porém, num outro vídeo posterior a esse, publicado pela IMDB a 13 de dezembro, Hamill assume que "teve dificuldade em aceitar o destino de Luke", mas que desde que "viu o filme" reconhece "ter errado" na sua avaliação: «Ser empurrado para fora da sua zona de conforto é uma coisa boa, porque se eu fosse outro Jedi benevolente (...) isso já teria sido visto e ninguém faz isso melhor do que Alec Guiness ... Enfim, eu nem tentaria fazê-lo. Não, não é o Luke dos filmes originais, este é o Luke da nova geração ".



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos