Logo
 Imprimir esta página

Arnaud Desplechin prepara thriller sociopolítico

O realizador francês Arnaud Desplechin, cujo o recente Os Fantasmas de Ismael [ler crítica] estreou esta semana nos cinemas portugueses, revelou ao C7nema (entrevista em breve) pormenores acerca do próximo filme, que segundo o próprio, terminara o primeiro rascunho do argumento.

Ainda sem título, o realizador de Reis e Rainhas e Três Recordações de uma Vida revelou que com esta sua futura obra entrará “em território desconhecido” da sua carreira. “Uma produção singular que bravamente entra num universo hitchcockiano”. Tendo como inspiração “um artigo de jornal. Um homicídio, para ser mais exato.”. Desplechin falou-nos que apenas interessa “focar nos factos … somente nos factos.” O filme “será um objeto completamente seco, despido do lado ficcional, mas ao mesmo tempo devedor do estilo imposto por um The Wrong Man (O Falso Culpado), de Hitchcock.”, chegando mesmo a comparar “com o livro In Cold Blood (A Sangue Frio), de Truman Capote, apenas a narração do real, do facto, não havendo espaço para imaginação e pelo suposto.”

Quanto a mais pormenores, Desplechin retratará “a condição da mulher nos dias de hoje”, esperando com isso “uma atmosfera bem sociopolítica, nada parecido com o que fizera anteriormente.”

O realizador espera começar a filmá-lo já neste inverno.



Itens relacionados

Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.