Logo
 Imprimir esta página

Eva Green diz que Harvey Weinsten agiu de forma «inapropriada» com ela

O nome de Eva Green é o mais recente a surgir na lista das mulheres que tiveram de alegadamente resistir às investidas de cariz sexual de Harvey Weinstein.

Numa entrevista a uma rádio francesa, a mãe de Green contou a experiência da sua filha com Weinstein, tendo a atriz, num comunicado enviado à Variety, apresentando detalhes: «Quero abordar os comentários feitos pela minha mãe numa entrevista recente sobre Harvey Weinstein. Eu conheci-o numa reunião de negócios em Paris, na qual ele se comportou de forma inapropriada ao ponto de ter de o afastar de mim. Conseguir sair sem que que ele conseguisse ir mais longe [nas investidas], mas essa experiência deixou-me chocada e desgostosa.»

Green disse ainda que não falou antes para manter a sua privacidade, mas sublinha que é «importante fazê-lo» devido às experiências de outras mulheres. «As mulheres são muitas vezes condenadas quando falam e as suas reputações pessoais são manchadas por associação», acrescenta, concluindo que «devemos reconhecer que esse tipo de comportamento existe em todos os lugares e não é exclusivo da indústria do entretenimento. A exploração do poder é onmipresente. Esse comportamento é inaceitável e precisa ser eliminado».

Recorde-se que Green participou em Sin City, no qual Weinstein estava envolvido.



Itens relacionados

Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.