Menu
RSS


Berlinale: Jeff Nichols inspira-se na doença do filho e troca as voltas à audiência

 

Com uma estranha mistura de Steven Spielberg, comics e sci-fi, Jeff Nichols ainda arrancou alguns aplausos da crítica na Berlinale com o seu Midnight Special, mas dificilmente isso pode ser interpretado como consenso. Pelos corredores do Berlinale Palast e no ambiente da conferência de imprensa, ouviu-se de tudo – e a razão é simples: o filme pertence aquela categoria que tanto pode inspirar admiração como candidatá-lo aos indesejáveis razzies.

O filme conta história de um pai (Michael Shannon) que, ao lado do seu melhor amigo (Joel Edgerton), põe-se em fuga permanente, tanto das autoridades, quanto de um estranho grupo de fundo religioso. A razão: o seu filho (Jaeden Lieberher) tem estranhos poderes que lhes permitem tanto aceder à base de dados do FBI, quanto manipular objetos diversos com o poder da mente. Em meio à fuga, a mãe (Kirsten Dunst) junta-se a eles. No caminho artístico, no entanto, os problemas decorrem dos estranhos efeitos que envolvem o garoto e das soluções apresentadas pelo argumento.


Michael Shannon deu autógrafos e tirou selfies durante cinco minutos antes de deixar outros tantos a gritar pelo seu nome

Um dos pontos fortes do filme é a relação familiar e há algumas cenas emotivas ligadas a ela. Segundo Nichols, a inspiração veio da sua vida pessoal quando o seu filho ficou doente e ele percebeu que há coisas que, por mais dolorosas que sejam, podem simplesmente escapar ao controle de cada um. Apesar da estrela do filme ser Shannon, quem chamou mais atenção na conferência foi Edgerton, cujo papel de elemento "de fora" do grupo familiar é bastante singular.

O filme não tem previsão de estreia para Portugal.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos