Menu
RSS


Sundance: «The Birth of a Nation» recebe longa ovação

Atualização: A Variety adianta que o filme foi adquirido pela Fox Searchlight por 17,5 milhões de dólares, tornando-se assim o maior negócio alguma vez feito no Festival de Sundance.

O filme The Birth of a Nation foi recebido, na passada segunda-feira no Festival de Cinema de Sundance, com uma grande ovação. A obra, que repesca o nome do filme de D.W. Griffith, considerado por muitos como uma das obras mais racistas de sempre, segue Nat Turner, um negro que liderou a maior rebelião de escravos da história da América em 1831, a qual levou à morte de dezenas de esclavagistas.

Mal subiu ao palco no cinema Eccles para apresentar o filme, o realizador Nate Parker, que também desempenha o papel principal, foi recebido sob uma grande ovação, a qual se repetiu no final, quando os créditos finais surgiram em cena. 

Com críticas muito positivas e já com algum «buzz» em relação a ser um candidato aos Óscares em 2017, na mesma linha do que aconteceu com 12 Anos Escravo, The Birth of a Nation provocou uma guerra de licitações por parte dos distribuidores, falando a Variety em números na casa dos 15-20 milhões de dólares. Segundo a publicação, a The Weinstein Company, a Fox Searchlight, a Sony e a Netflix mostraram interesse nesta produção.

Click to enlarge image 16612_BirthofaNation_still3_NateParker__byElliotDavis.jpg

Nate Parker, que financiou o projeto e que praticamente abandonou a interpretação durante dois anos para se dedicar a ele quase em exclusivo, falou de forma emocional sobre o filme na habitual sessão de perguntas e respostas após a sua exibição. Nate disse que o seu principal objetivo era criar «ventos de mudança», mas acrescentou que foi muito difícil conseguir angariar dinheiro para a sua concretização. Segundo ele, sempre que se lida com a história da América, especialmente com a escravatura, tudo é de certa maneira transformado em algo mais 'higienizado', ou seja, menos ofensivo através da remoção de características incriminatórias ou desagradáveis: «Ainda existe muita resistência em abordar estes tópicos», concluiu.

Armie Hammer, quer interpreta o dono dos escravos, descreveu o seu trabalho no filme como «extremamente difícil» e acrescentou que «houve dias em que o Nate teve que parar tudo e lembrar-nos porque estávamos todos aqui, isto porque toda a gente sentia a carga emocional presente [na história]».



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos