Menu
RSS

 



Sundance: atriz portuguesa agrada à imprensa norte-americana

Nas primeiras críticas ao filme The Eyes of My Mother, presente na secção NEXT do Festival de Cinema de Sundance, a imprensa norte-americana tem se mostrado bastante agradada com o protagonismo da atriz Kika Magalhães e com a poesia e lirismo perturbador do filme, sendo mesmo referido no The Hollywood Reporter "os lamentos" da voz de Amália Rodrigues através do fado, que ajudam o espectador a entrar no íntimo da personagem principal.

O THR destacou mesmo a «intensidade» da atriz e comparou a fita ao trabalho de Edgar Allen Poe, enquanto o Ioncinema caracteriza Kika Magalhães como uma "estrela emergente". Já a Indiewire, via The Playlist, realça que o filme poderia bem ser a história da origem dos psicopatas e que os amantes do cinema extremo de Kim Ki-Duk e Takashi Miike vão ficar fascinados.

Finalmente, o site do falecido crítico Roger Ebert, através de Brian Tallerico, caracteriza o trabalho da portuguesa como "muito eficaz" e acrescenta que The Eyes of My Mother é "um olhar lírico ainda que perturbador sobre a psicose".

Kika Magalhães, que teve pequenos papéis e Morangos com Açúcar e Diário de Sofia, estudou cinema na Universidade Independente em Lisboa. Segundo contou, em 2014, ao jornal Luso Americano, sempre participou em workshops de teatro e representação.

Já recentemente, e num texto da agência Lusa, Kika afirmava que quando se mudou há quatro anos para os Estados Unidos, para tentar uma carreira de representação, "pensava que se conseguisse duas linhas em peças baratas, teria muita sorte». "Por isso, ter um filme como 'The Eyes Of My Mother', em que sou protagonista, a competir no Sundance", está muito além dos seus sonhos", concluiu.

Recorde-se que este The Eyes Of My Mother é da Borderline, empresa que juntou aos nomes de Antonio Campos (Depois das Aulas), Sean Durkin (Martha Marcy May Marlene) e Josh Mond (James White), o realizador de videoclipes Nicholas Pesce.

Pesce, que assina este filme a preto e branco com apenas 66 minutos, conta a história de uma menina inocente, Francisca (Olivia Bond), que vive com a sua mãe portuguesa (Diana Agostini), uma ex-cirurgiã, e o seu pai (Paulo Nazak), numa quinta isolada num espaço não especificado (o filme foi rodado em Cooperstown, Nova Iorque). Um dia, um misterioso estranho (Will Brill) aproveita o facto da figura paternal não estar em casa para visitar o local e cometer um crime terrível. Passamos então a outra fase do filme, anos depois, em que Francisca (Kika Magalhães) já é uma jovem adulta com um filho (Joey Curtis-Green).

The Eyes of My Mother não tem qualquer data de estreia em Portugal, mas será de prever que possa chegar ao nosso país durante o IndieLisboa.

Aqui fica um vídeo em que Nicholas Pesce e Kika Magalhães falam do projeto:



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos