Logo
 Imprimir esta página

Prémios do cinema francês: uma fita branca contra o assédio sexual

No próximo dia 2 de março, os convidados da noite de entrega dos Césars, os principais prémios do cinema francês, vão usar uma fita branca como sinal da luta contra o assédio sexual e violência contra as mulheres.

A ideia nasceu através da atriz Tonie Marshall e está em linha com ações já realizadas nos Estados Unidos, em janeiro, nos Globos de Ouro, ou no Reino Unido, em fevereiro, por ocasião dos BAFTA. Ligada a esta ação, e no espírito do TimesUp, um grupo de atrizes, realizadoras e produtoras francesas lançou a campanha #MaintenantOnAgit. O objetivo é facilitar o acesso à justiça para as mulheres vítimas de violência, dando a várias associações os meios para apoiá-las através de doações. Para além de Marshall, Julie Gayet está por trás do projeto.

Recorde-se que 120 Batimentos por MinutoAu revoir là-haut são os filmes mais nomeados na corrida aos César 2018. Com treze nomeações cada, o filme de Robin Campillo continua a ser o grande favorito. 



Itens relacionados

Copyright © 1999-2018 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.