Menu
RSS

 



Depois de Meryl Streep, artista conservador ataca Jimmy Kimmel

Depois de ter atacado Meryl Streep, através de cartazes de rua com inscrição "She Knew", por a atriz alegadamente saber sobre a história de Harvey Weinstein e dos casos de assédio e abuso sexual, Sabo, um ex-marine dos EUA e artista conservador de direita, transformou o apresentador norte-americano em uma nova vítima.

Kimmel, que há umas semanas atrás teve um acidente de viação após uma infração no trânsito (virou à esquerda quando só o podia fazer à direita), teve direito a uma placa de trânsito personalizada no local. Assim, e para além da placa Stop e a de apenas virar à direita, foi adicionada uma que diz (traduzindo): "Isto inclui (também) os comediantes idiotas" .

Contactado pelo The Hollywood Reporter, o artista - considerado uma versão "alt-right" (direita alternativa) de Banksy - disse que essa sinalização foi uma resposta à frase de Kimmel num podcast recente: "Praticamente todos os apresentadores de programa de entrevistas do final da noite são liberais. E é assim porque [o trabalho] requer uma certa inteligência". 

"Obviamente, o seu intelecto não era tão afiado para evitar que quase matasse alguém", disse Sabo ao THR. Esta é a segunda vez que Sabo visa Kimmel, que não prestou qualquer comentário à publicação.

 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Secções

Contactos

Quem Somos

Segue-nos