Menu
RSS


Meryl Streep responde a Rose McGowan: «Doeu ser atacada»

Num comunicado divulgado hoje, a atriz Meryl Streep respondeu às acusações feitas por Rose McGowan no Twitter.

McGowan, que foi um dos rostos acusatórios no caso Harvey Weinstein, criticou as atrizes que alegadamente se vão vestir de negro na próxima cerimónia dos Globos de Ouro, em protesto contra o assédio sexual em Hollywood, afirmando - e dando o exemplo de Streep - que estas eram hipócritas: «Atrizes, como Meryl Streep, que trabalharam alegremente para o The Pig Monster (Harvey Weinstein), vão vestir de negro nos @GoldenGlobes num protesto silencioso", McGowan tweetou no sábado. "O SILÊNCIO é o problema. Vocês aceitarão um prémio falso de forma ofegante e sem criar uma mudança real. Desprezo a tua hipocrisia. Talvez vocês devessem todas vestir Marchesa (referência à marca da ex-mulher de Harvey Weinstein)."

Streep disse que o seu silêncio não foi deliberado e que nunca soube a verdade em torno do produtor. 

Aqui fica na íntegra o comunicado da vencedora de três Oscars.

"Doeu ser atacada por Rose McGowan nas manchetes este fim de semana, mas eu quero deixá-la saber que eu não sabia sobre os crimes de Weinstein, nem nos anos 90, quando ele a atacou, nem nas décadas seguintes, quando ele atacou outras.

Eu não fiquei deliberadamente em silêncio. Eu não sabia. Não aprovo tácitamente a violação. Eu não sabia. Eu não gosto de mulheres jovens sendo violadas. Eu não sabia que isso estava a acontecer.

Não sei onde vive Harvey, nem ele já esteve em minha casa.

Eu nunca na minha vida fui convidada para o seu quarto de hotel.

Estive no seu escritório uma vez, numa reunião com Wes Craven para "Melodia do Coração" em 1998.

HW distribuiu filmes que fiz com outras pessoas.

HW não era cineasta; Ele era muitas vezes um produtor, principalmente um comerciante de filmes feitos por outras pessoas - alguns deles excelentes, alguns nem por isso. Nem todos os atores, atrizes e diretores que fizeram filmes que o HW distribuiu sabiam que ele abusava das mulheres, ou que ele violou a Rose nos anos 90, outras mulheres antes e outras depois, até que nos dissessem. Nós não sabíamos que o silêncio das mulheres era comprado por ele e por quem o ajudava.

HW precisava que nós não soubéssemos disso, porque foi através da sua ligação a nós que ele adquiriu credibilidade, a capacidade de atrair jovens mulheres e aspirantes a atrizes em circunstâncias em que elas ficariam magoadas.

Ele precisava muito mais de mim do que eu  dele e certificou-se de que eu não saberia. Aparentemente, ele contratou ex operacionais da Mossad para proteger essa informação de se tornar pública. Rose e outras vítimas desses homens poderosos, cheios de dinheiro e implacáveis, ​​enfrentaram um adversário para quem ganhar, a qualquer custo, é o único resultado aceitável. É por isso que está a ser criado atualmente um fundo para a defesa legal das vítimas, para que centenas de pessoas de bom coração contribuam para derrubar estes sacanas e ajudar as vítimas a combater este flagelo.

Rose assumiu e transmitiu algo falso sobre mim, e eu queria deixá-la saber a verdade. Através de amigos que a conhecem, enviei o meu número de telefone para ela, mal li as manchetes. Eu sentei-me ao pé desse telefone o dia inteiro de ontem e esta manhã, esperando poder expressar o meu profundo respeito por ela e pela bravura das outras  que expuseram os monstros que estão entre nós, e mostrar a minha simpatia pela dor incalculável que ela continua a ter. Ninguém pode trazer de volta o Bill O'Reilly, Roger Ailes e HW tiraram das mulheres que sofreram ataques nos seus corpos e na sua forma de ganhar a vida ... Eu esperava que ela me pudesse ouvir. Ela não ouviu, mas espero que ela leia isto.

Lamento que ela me veja como adversária, porque estamos ambas, juntamente com todas as mulheres no nosso negócio, a desafiar o mesmo inimigo implacável: um status quo quer voltar aos velhos tempos, às velhas formas em que as mulheres eram usadas, abusadas e onde lhes recusavam a voz na tomada de decisões, nos mais altos níveis da indústria. É aí que os encobrimentos convergem. Esses quartos devem ser desinfetados e integrados, antes que qualquer coisa comece realmente a mudar.»



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos