Logo
 Imprimir esta página

Lupita Nyong'o diz-se vítima dos padrões de beleza Europeus

A atriz Lupita Nyong'o acusou a revista britânica Grazia de editar digitalmente os seus cabelos na capa da última edição para que ela pudesse "encaixar numa noção mais eurocêntrica do que o cabelo bonito é".

Nyong'o divulhou uma imagem da capa da Grazia nas redes sociais ao lado do que parece ser a imagem original. Numa publicação mais longa, a atriz vencedora de um Oscar por 12 Anos Escravo disse ainda que se fosse consultada sobre o assunto "teria explicado que não podia apoiar ou perdoar a omissão" do que é a sua herança nativa.

Nascida no México, filha de pais Quenianos, Lupita cresceu no Quénia antes de ir para os EUA para estudar na faculdade. Segundo ela, esta alteração da sua imagem demonstra que "ainda há um longo caminho a percorrer para combater o preconceito inconsciente contra a pele das mulheres negras, o estilo e a textura do cabelo".

 



Itens relacionados

Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.