Menu
RSS


"Marilyn" triunfa no Queer Lisboa

Decorreu esta noite, às 21h00, a Sessão de Encerramento do Festival de Cinema Queer Lisboa 22, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge, onde foi anunciado o palmarés. 

Na competição de Longas-Metragens, a vitória recaiu em Marilyn, filme argentino assinado por Martín Rodríguez Redondo que apresenta - segundo o júri composto por Didier Roth-Bettoni, Hugo van der Ding e Leonor Silveira - "uma linguagem nunca manipuladora, um olhar realista que nos propõe um retrato de uma pesada sociedade." Tinta Bruta, de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon, recebeu ainda uma menção especial, enquanto o Prémio do Público coube a Girl, filme estreado em Cannes assinado por Lukas Dhont que terá brevemente o seu lançamento comercial em Portugal.

Na competição de Documentários, triunfou Room for a Man, de Anthony Chidiac, enquanto na  Competição de Curtas-Metragens, Would You Look At Her, de Goran Stolevski, levou a melhor. Na In My Shorts - que distingue o Melhor Filme de Escola - Mathias, de Clara Stern, foi distinguido, enquanto na secção Queer Art, Inferninho, de Guto Parente e Pedro Diogenes, foi o vencedor.

Aqui fica o Palmarés:

Competição de Longas-Metragens

Melhor Longa-Metragem: Marilyn, de Martín Rodríguez Redondo (Argentina, Chile, 2018, 80')

Melhor Atriz: Kristín Thóra Haraldsdóttir, And Breathe Normally (Ísold Uggadóttir, Islândia, Suécia, Bélgica, 2018, 100')

Melhor Ator: Victor Polster, Girl (Lukas Dhont, Bélgica, Holanda, 2018, 105')

Menção Especial: Tinta Bruta, de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon (Brasil, 2018, 118')

Prémio do Público: Girl, de Lukas Dhont (Bélgica, Holanda, 2018, 105')

 

Competição de Documentários

Melhor Documentário: Room for a Man, de Anthony Chidiac (Líbano, EUA, 2017, 77')

Menção Especial: Cartas para um Ladrão de Livros, de Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros (Brasil, 2017, 97')

Prémio do Público: Lunàdigas - Ovvero Delle Donne Senza Figli, de Nicoletta Nesler e Marilisa Piga (Itália, 2016, 78')

 

Competição de Curtas-Metragens

Melhor Curta-Metragem: Would You Look At Her, de Goran Stolevski (Macedónia, 2017, 18')

Menção Especial: O Órfão, de Carolina Markowicz (Brasil, 2018, 15')

Prémio do Público: O Órfão, de Carolina Markowicz (Brasil, 2018, 15')

Competição In My Shorts

Prémio Melhor Curta-Metragem de Escola: Mathias, de Clara Stern (Austria, 2017, 30')

Menção Especial do Júri: Three Centimetres, de Lara Zeidan (Reino Unido, 2017, 9')

 

Competição Queer Art

Melhor Filme: Inferninho, de Guto Parente e Pedro Diogenes (Brasil, 2018, 82')

Menção Especial: Martyr, de Mazen Khaled (Líbano, Itália, 2017, 84')



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos