Menu
RSS

 



"Roma" de Alfonso Cuarón conquista o Festival de Veneza

O novo filme de Alfonso Cuarón, Roma, foi o vencedor do Leão de Ouro de Melhor Filme na 75ª edição do Festival de Veneza. Este é o segundo ano consecutivo em que um mexicano arrecada o galardão, isto depois de Guillermo Del Toro e o seu A Forma da Água conquistar a estatueta no ano passado.

Produzido pela Participant Media e distribuido pela Netflix, Roma é baseado nas memórias do cineasta da década de 1970. Em particular o filme segue uma jovem trabalhadora doméstica, Cleo (Yalitza Aparicio), e a sua colega de trabalho, Adela (Nancy García García), que trabalham para uma família de classe média no bairro de Roma, no México. Mãe de quatro filhos, Sofia (Marina de Tavira), lida com a ausência prolongada de seu marido, e as notícias devastadoras vão levar Cleo a distrair-se de cuidar dos filhos de Sofia, que ela ama como a ela própria. Ao tentar construir um novo senso de amor e solidariedade num contexto de uma hierarquia social onde classe e raça são perversamente entrelaçados, Cleo e Sofia vão calmamente lutar com as mudanças num país que enfrenta confrontos entre milícias paramilitares apoiados pelo governo e manifestantes estudantis.

Filmado a preto e branco, Roma chega aos cinemas & Netflix em dezembro.

Entre outros premiados, destaque para os dois prémios de The Nightingale, o novo de Jennifer Kent - a única realizadora selecionada para a competição principal do certame. A obra arrecadou o Prémio Especial do Júri e viu Baykali Ganambarr ser distinguido pela melhor interpretação (jovem).

De resto, Jacques Audiard foi o melhor realizador por The Sisters Brothers, os irmãos Coen ganharam o melhor argumento (The Ballad of Buster Scruggs) e Olivia Colman (The Favorite) & Willem Dafoe (At Eternity's Gate) foram distinguidos como os melhores atores.

Competição Principal 

Leão de Ouro: “Roma”, Alfonso Cuarón 

Leão de Prata de Melhor Diretor: Jacques Audiard, “The Sisters Brothers” 

Melhor Atriz: Olivia Colman, “The Favorite” 

Melhor Ator: Willem Dafoe, “At Eternity's Gate” 

Melhor Guião: Joel e Ethan Coen, “The Ballad of Buster Scruggs” 

Prémio Especial do Júri: “The Nightingale”, Jennifer Kent 

Prémio Marcello Mastroianni para Jovens Intérpretes: Baykali Ganambarr por  “The Nightingale” 

 

HORIZONTES (ORIZZONTI) 

Melhor Filme: "Manta Ray", Phuttiphong Aroonpheng 

Melhor Diretor: Emir Baigazin, Emir Baigazin 

Prêmio Especial do Júri: “The Announcement”, Mahmut Fazil Coskun 

Melhor Atriz: Natalia Kudryashova “A Man Who Surprised Everyone” 

Melhor Ator: Kais Nashif “Tel Aviv On Fire” 

Melhor Guião: "Jinpa", Pema Tseden 

Melhor curta metragem: “Kado”, Aditya Ahmad 

LEÃO DO FUTURO: “The Day I Lost My Shadow,”, Soudade Kaadan 

 

CLÁSSICOS de VENEZA 

Melhor documentário sobre cinema: “The Great Buster: A Celebration”, Peter Bogdanovich 

Melhor filme restaurado: "The Night of the Shooting Stars", Paolo e Vittorio Taviani 

 

REALIDADE VIRTUAL 

Melhor Realidade Virtual: “Spheres”, Eliza McNitt 

Melhor Experiência em Realidade Virtual: “Buddy VR”, Chuck Chae 

Melhor História de Realidade Virtual: “Isle of the Dead”, Benjamin Nuel

 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos