Menu
RSS

 



O protesto silencioso das mulheres chegou a Cannes

A presidente do júri do Festival de Cannes, Cate Blanchett, e a realizadora belga Agnès Varda deram destaque às reivendições de 82 figuras da indústria numa marcha silenciosa no tapete vermelho no Festival de Cinema de Cannes, este sábado, protestando contra a falta de representação feminina no certame e nas suas 71 edições.

"Todos enfrentamos desafios, mas hoje estamos nestes degraus como símbolo da nossa determinação e compromisso com o progresso. Somos escritoras, somos produtoras, somos diretoras, atrizes, cineastas, agentes de talentos, editores, distribuidoras e todas envolvidas na arte cinematográfica. Estamos aqui hoje em solidariedade com as mulheres de todas as indústrias", disse Blanchett, que teve em Varda a leitora do texto reivindicativo na sua versão francesa.

Relembrado que nas suas 71 edições, apenas 82 mulheres realizaram filmes presentes em Cannes (em oposição a 1688 realizadores), o grupo mencionou ainda como só 12 vezes o júri do festival foi liderado por uma mulher e que apenas duas realizadoras saíram de lá premiadas (em oposição a 71 homens).

Kristen Stewart, Marion Cotillard, Ava DuVernay, Lea Seydoux, Alice Rohrwacher, Haifaa Al Mansour, Jane Fonda, Mariana Ximenes, Salma Hayek e Ursula Meier foram outros nomes que marcaram presença nesta ação.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos