Logo
 Imprimir esta página

«Los Objetos Amorosos» triunfa no Queer Lisboa 21

Foram divulgados os vencedores do Queer Lisboa 21. Los Objetos Amorosos, realizado por Adrián Silvestre, foi o grande vencedor da noite de encerramento, não só porque arrecadou o prémio de melhor filme na competição de longas netragens, mas porque viu as suas protagonistas, Laura Rojas Godoy e Nicole Costa, serem consagradas com o prémio de melhor atriz. 

Segundo o júri, composto por Isabel Abreu, Marcos Rocha e Yann Gonzalez, o filme é «um exercício de realização intenso e arriscado. Um mergulho que parece não ter medo de falhar. Uma viagem que transforma o espectador num objeto, tal como as personagens, entre a ficção e o documental, a raiva e o amor.»

Ainda nas longas-metragens, destaque para o triunfo de Owen Campbell, pela sua interpretação em As You AreClose-Knit recebeu o prémio do público e houve ainda tempo para dar uma menção especial a Corpo Elétrico.

Nos documentários, o principal prémio coube a Small Talk, de Hui-Chen Huang, enquanto nas curtas metragens a distinção foi para Étage X. Na secção Queer Art o vencedor foi Occidental, realizado por Neïl Beloufa.

O Queer Lisboa decorreu de 15 a 23 de setembro, no Cinema São Jorge, com atividades paralelas no MNAC - Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado.

 

Palmarés

Competição de Longas-Metragens

Melhor Longa-Metragem: Los Objetos Amorosos (Espanha, 2016), realizado por Adrián Silvestre

Melhor Atriz: Laura Rojas Godoy e Nicole Costa pela sua interpretação em Los Objetos Amorosos (Espanha, 2016), realizado por Adrián Silvestre

Melhor Ator: Owen Campbell, pela sua interpretação em As You Are (EUA, 2016), realizado por Miles Joris-Peyrafitte

Menção Especial: Corpo Elétrico (Brasil, 2016), realizado por Marcelo Caetano

Prémio do Público: Close-Knit (Japão, 2017), de Naoko Ogigami

 

Competição de Documentários

Melhor Documentário: Small Talk (Taiwan, 2016), realizado por Hui-Chen Huang

Menção Especial: Vivir Y Otras Ficciones (Espanha, 2016), realizado por Jo Sol

Prémio do Público: Entre os Homens de Bem (Brasil, 2016), realizado por Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros

Competição de Curtas-Metragens

Melhor Curta-Metragem: Les Îles (França, 2017), realizado por Yann Gonzalez

Menção Especial: Coelho Mau (Portugal, França, 2017), realizado por Carlos Conceição

Prémio do Público: Tailor (Brasil, 2017), realizado por Calí dos Anjos

 

Competição In My Shorts

Prémio Melhor Curta-Metragem de Escola: Étage X (Alemanha, 2016), de Francy Fabritz

Menções Especiais do Júri: Loris Sta Bene (Itália, 2017), de Simone Bozzelli; e Rute (Portugal, 2017), de Ricardo Branco

 

Competição Queer Art

Melhor Filme: Occidental (França, 2017), realizado por Neïl Beloufa

Menção Especial: A Destruição de Bernardet (Brasil, 2016), realizado por Claudia Priscilla e Pedro Marques



Itens relacionados

Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.