Logo
 Imprimir esta página

Veneza: «Downsizing» abre o festival com crítica social

Segundo a sinopse de Downsizing, o novo filme de Alexander Payne (Os Descendentes), um casal resolve passar pela experiência de encolher e ficar com 10 cm. Mas, ao assistir à obra que abre nesta quarta (30) a 74ª edição do Festival de Veneza, percebemos que não é bem assim. Com uma forte critica social, o argumentista e realizador Alexander Payne faz um ótimo filme sobre o mundo em que vivemos. Sim, de facto as pessoas encolhem, e acham que isso dará a elas uma nova visão do mundo. Será?

Protagonizado por Matt Damon - brilhante como o melancólico Paul Safranek - , o filme foi bem recebido pela crítica no visionamento de imprensa, hoje cedo. Na conferência de imprensa à tarde, Damon comentou que, ao ler o guião, achou a história brilhante e não teve dúvidas que deveria fazer o filme.

O realizador Alexander Payne afirmou que o seu filme é uma historia de fantasia, porém, sem perder o humor. "No inicio ficamos preocupados em manter uma veracidade cientifica. Mas depois percebemos que o mais importante era manter a historia como um todo", comentou Payne.

Já na conferência de imprensa do júri, a presidente e atriz norte-americana Annette Bening, passou por uma situação delicada. Ao ser questionada sobre o facto de existir apenas uma mulher a concorrer ao Leão de Ouro, Annette, incomodada, respondeu que foram vistos muitos filmes até chegar à seleção e que não fizera parte da escolha dos concorrentes.

Enquanto o Festival de Veneza está sendo aberto oficialmente, a imprensa vai assistir, ainda esta noite,  First Reformed, novo filme de Paul Schrader, o eterno argumentista de Taxi Driver, que concorre ao Leão de Ouro.



Itens relacionados

Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.