Logo
 Imprimir esta página

Cannes 2017: vencedores dos prémios FIPRESCI revelados

 

Fábrica do Nada, a terceira longa-metragem de Pedro Pinho, venceu o Prémio FIPRESCI (crítica internacional) das secções paralelas - que engloba a Quinzena de Realizadores e a Semana da Crítica. A obra, sobre a tomada de posse dos trabalhadores de uma fábrica de produção de elevadores, tem sido altamente elogiada pela crítica internacional. O realizador Pedro Pinho esteve presente na cerimónia de entrega do galardão, juntamente com a sua equipa, tendo a oportunidade, após os agradecimentos, de manifestar revolta contra a "Lei Seca" e o panorama actual que o Cinema Portugues atravessa (conforme podemos ver na foto acima).

120 Battements Par Minute, de Robin Campillo, foi consagrado com o Prémio FIPRESCI da Competição Oficial. O ativismo vivido pela comunidade LGBT e dos seropositivos que desejam acima de tudo viver, conquistou igualmente a crítica internacional, e é visto como um dos grandes concorrentes a tão cobiçada Palma de Ouro, a ser conhecida na cerimónia de encerramento de amanhã. Tesnota de Kantemir Balagov venceu por sua vez a categoria Un Certain Regard.

Entretanto, Radiance rendeu à realizadora Naomi Kawase o Prémio do Juri Ecuménico (foto abaixo).



Itens relacionados

Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.