Logo
 Imprimir esta página

Berlinale: os prováveis vencedores

Com os resultados finais desta edição da Berlinale prestes a serem anunciados, o C7nema especula sobre quem poderão ser os possíveis vencedores.

Ao que tudo indicia, Aki Kaurismäki poderá ser o grande vencedor desta edição, já que após a visualização do filme recebeu aplausos muito entusiastas e continua a ser a obra mais falada nos corredores de Berlinale Palast. A crítica internacional mostrou-se bastante recetiva a esta história tragicómica em torno de um refugiado sírio e o cineasta finlandês já tem uma carreira de mais de 30 anos com vários dos seus trabalhos mostrados nos mais prestigiados festivais de cinema europeus (Cannes, Berlim e Veneza). Nunca ganhou o maior galardão de nenhum deles, pelo que o seu grande reconhecimento poderá estar à porta.

Outro filme bastante aclamado foi o já muito discutido Una Mujer Fantástica de Sebastian Lélio em torno de uma mulher transgénero chilena a ultrapassar o luto do amante, que, se não ganhar o Urso de Ouro, poderá vencer o grande prémio do júri ou realização. Em alternativa, se o júri optar por uma postura política nesta edição, a hipótese de entrega do prémio de melhor atriz à mulher transgénero Daniela Vaga também não é de descartar.


Una Mujer Fantástica

O húngaro On Body and Soul de Ildikó Enyedi, história de amor entre uma mulher emocionalmente distante e um homem com um braço paralisado, foi apontado desde o começo como um dos favoritos desta edição. Embora seja uma obra de grande mérito artístico, a sua receção tem vindo a apaziguar com as obras posteriormente exibidas, principalmente devido à ausência de um lado "político" ou "ideológico" como os dois anteriores referidos. No entanto, o prémio de argumento é sempre uma possibilidade.

Já o português Colo acabou por demonstrar uma boa recetividade pelos críticos mais destacados do Festival (2,7 em 4). Isto associado ao facto de ser um filme em torno de um tema sério (a crise económica em Portugal e a forma como afeta uma família) e ter uma realização assinada por uma mulher podem despertar, mais uma vez, a faceta política do júri.

Houve também a exibição recente de dois surpreendentes filmes que podem provocar grandes surpresas nos resultados finais, tendo sido entusiasticamente aplaudidos no final do Festival. Have a Nice Day, obra de animação chinesa de Jian Liu que segue várias personagens em busca de uma mala cheia de dinheiro, poderá ser um sério vencedor do prémio de inovação (Alfred Bauer) ou de contribuição artística excecional, já que se trata do único filme de animação em competição e um dos mais originais nela contidos.


Have a Nice Day

O outro é Ana, Mon Amour de Cãlin Peter Netzer (Mãe e Filho) também teve uma receção muito boa da parte da imprensa, tendo como único senão o facto do seu cineasta ter sido já premiado com o Urso de Ouro. No entanto, o desempenho por parte de Mircea Postelnicu foi dos melhores a serem mostrados no Festival, pelo que poderá ganhar o prémio de ator principal.

Sobre os piores recebidos desta edição, The Dinner de Oren Moverman foi dizimado pela imprensa, tendo a pontuação mais baixa (1,3 em 4) dos críticos que o Festival destaca. Outro filme também maltratado foi Return to Montauk de Volker Schlöndorff (1,7 em 4). As restantes tiveram receções polarizadas, desde o muito aplaudido The Party de Sally Potter cujas ovações não acabaram por se vir a refletir na imprensa destacada pela Berlinale (2 em 4) ou Spoor de Agnieszka Holland que, embora tenha sido um filme vaiado, acabou por obter uma classificação destacável (2,8 em 4).

Os vencedores desta edição da Berlinale começarão a ser anunciados a partir das 18h (hora de Portugal), de dia 18 de fevereiro.



Itens relacionados

Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.