Menu
RSS

 



Filme português na corrida ao Urso de Ouro do Festival de Berlim

Cartas da Guerra, a terceira longa-metragem de Ivo M. Ferreira, foi selecionada para a Competição Oficial da 66ª edição do Festival Internacional de Cinema de Berlim, o qual decorrerá entre 11 e 21 de fevereiro 2016.

Adaptação do livro "D'Este Viver Aqui Neste Papel Descripto, Cartas da Guerra", de António Lobo Antunes, o filme conta no elenco com Miguel Nunes, Margarida-Vila Nova, Ricardo Pereira, João Pedro Vaz, Simão Cayatte e Isac Graça.

Em Cartas da Guerra estamos em 1971. António vê a sua vida brutalmente interrompida quando é incorporado no exército português, para servir como médico numa das piores zonas da guerra colonial – o Leste de Angola. Longe de tudo que ama, escreve cartas à mulher à medida que se afunda num cenário de crescente violência. Enquanto percorre diversos aquartelamentos, apaixona-se por África e amadurece politicamente. A seu lado, uma geração desespera pelo regresso. Na incerteza dos acontecimentos de guerra, apenas as cartas o podem fazer sobreviver.

Para além do filme de Ivo M. Ferreira foi ainda anuncianda a presença na competição dos novos projetos do iraniano Mani Haghighi (Modest Reception, Men at Work), do italiano Gianfranco Rosi (Fire at Sea), do filipino Lav Diaz (A Lullaby to the Sorrowful Mystery), do dinamarquês Thomas Vinterberg (The Commune), do bósnio Danis Tanović (Death in Sarajevo),  do polaco Tomasz Wasilewski  (United States of Love), e dos franceses André Téchiné (Being 17) e Mia Hansen-Love (Things to Come).

Vale a pena lembrar que estes nove filmes na competição ao Urso de Ouro juntam-se aos previamente anunciados projetos do canadiano Denis Côté (Boris without Béatrice), do britânico Michael Grandage (Genius), do suiço Vincent Perez (Alone in Berlin) e dos norte-americanos Jeff Nichols (Midnight Special) e Alex Gibney (Zero Days).



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos