Menu
RSS

 



«Dheepan» surpreende e conquista a Palma de Ouro

O último filme de Jacques Audiard, Dheepan, recebeu a Palma de Ouro, o prémio máximo do Festival de Cannes. A história de uma família de imigrantes do Sri Lanka num bairro social francês foi o escolhido pelo júri presidido por Joel e Ethan Coen, mesmo não sendo um dos filmes mais consensuais para a crítica.

Já o Grande Prémio do júri foi entregue ao Saul Fia (Son of Saul), a primeira longa-metragem de Lászlo Nemes, uma invulgar incursão do Holocausto.

No campo das interpretações, as atrizes Emmanuelle Bercot e Rooney Mara partilharam o mesmo galardão por Mon Roi e Carol, respetivamente. Já Vincent Lindon foi distinguido pelo seu desempenho em La Loi du Marché, onde desempenha um homem desesperado em busca de um novo emprego.

Por fim, o Prémio de Júri "caiu" nas mãos do grego Yorgos Lanthimos pelo seu badalado e "estranho" The Lobster, em que Colin Farrell faz parte de uma sociedade onde ser solteiro é o maior dos crimes.

Palma de Ouro

Dheepan, de Jacques Audiard

Grande Prémio Júri

Saul Fia, de Lászlo Nemes

Prémio Júri

The Lobster, de Yorgos Lanthimos

Melhor Realizador

Hou Hsiao-Hsien, por The Assassin

Prémio de Interpretação Feminina

Emmanuelle Bercot (Mon Roi) & Rooney Mara (Carol)

Prémio de Interpretação Masculina

Vincent Lindon, La Loi du Marché

Prémio para Melhor Argumento

Chronic, de Michel Franco

Câmara de Ouro (Primeiro Trabalho)

La Terra Y La Sombra, de César Augusto Acevedo

Palma de Ouro - Curta-Metragem

Waves '98, de Ely Dagher

Palma de Honra

Agnes Varda



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos