Menu
RSS

 

«Starship Troopers» terá nova versão

A Columbia Pictures prepara uma nova versão de Starship Troopers, o célebre filme de 1997, dirigido por Paul Verhoeven, sobre um grupo de militares endereçados duma sociedade militarista que combatem insetos alienígenas. A notícia foi dada em primeira mão pelo site The Hollywood Reporter.
 
A mesma fonte adianta que esta refilmagem será escrita por Mark Swift e Damian Shannon, os mesmos argumentistas de um outro reboot com estreia prevista para 2017, Baywatch - As Marés Vivas, com Dwayne Johnson e Zac Efron. O estúdio salientou que esta nova versão de 'Troopers terá como principal inspiração o livro de Robert A. Heinlein, e não o filme de culto de Verhoeven.
 
Vale a pena recordar, que em 1997, Verhoeven lançava Starship Troopers: Soldados do Universo, um bélico de ficção cientifica que seguia o percurso militar de Johnny Ricco (interpretado por Casper Van Dien), numa sociedade em "pé de guerra" com criaturas alienígenas semelhantes a insetos. O realizador atribui nesta pura aspiração de série B, uma satirização à propaganda fascista e militarista, a relembrar os tempos de Leni Riefensthal ao serviço do Partido Nazi.
 

«The Accountant» (Acerto de Contas) por Hugo Gomes

  • Publicado em Critica

Parece que Rain Man teve um encontro com Taken e dessa noite gerou algo como este The Accountant - Acerto de Contas. Um thriller de ação que remete-nos a um contabilista, diversas vezes associado à marginalidade e ao crime organizado, que afinal de contas sofre de um certo grau de autismo, o que o torna em; a) um antissocial,  b) num extremo obsessivo em concluir as suas tarefas, e c) uma verdadeira máquina de matar. Tudo isto integrado numa direção de Gavin O'Connor (Warrior), que seguindo os passos das suas últimas obras (exceto As Arma de Jane), remexe novamente nas panóplias do amor fraternal. 
 
The Accountant é dotado de uma certa fragrância de série B … e poderia, tendo em conta esta prolongada premissa que salta diversas vezes da ação "à la Luc Besson", para a comédia involuntariamente romântica (a inclusão de Anna Kendrick aqui, não foi fruto do acaso). Mas não foi isso que aconteceu, até porque temos Ben Affleck no protagonismo, e visto que este mártir de Hollywood tem tentado drasticamente mudar o rumo da sua carreira nos últimos anos, assim como a sua imagem na indústria cinematográfica, o filme tende em seguir o pretensiosismo de um drama académico. 
 
Resumindo, tudo é levado intrinsecamente a sério. Porém, Ben Affleck até consegue assumir-se como o melhor deste enésimo capítulo de ação mal contado e escravizado pelos mesmos entediantes dispositivos narrativos. Ou seja, flashbacks com fartura, aqueles planos e pormenores focados para depois serem invocados num plot twist (onde só não vê quem é cego), e pela pachorra para aguentar mais um punhado de histórias trágicas, apenas presentes para se inserir nos motivos nas nossas personagens. 
 
Sim, Gavin O'Connor nunca fora prezado pela sua originalidade, nem sequer ao tentar evitar o previsível, mas ao menos sabe como entregar uma história, um fator que é aqui esquecido, abusado pelo argumento incapaz de Bill Dubuque. Será amnésia? Não sabemos, porém, vamos supor que realmente aconteceu algo do género.   
 
O melhor - Ben Affleck
O pior - as histórias da carochinha da narrativa formatada de Hollywood
 

Hugo Gomes

Danny DeVito homenageado no Festival Internacional de Maiorca

Danny DeVito

Danny DeVito será homenageado na quinta edição do Evolution! Mallorca International Film Festival. O ator norte-americano estará presente na Gala de Abertura do festival, que tem como apresentação, o filme El Destierro, de Arturo Ruiz, uma produção filmada nas Baleares, que narra o encontro entre dois soldados espanhóis em sentinela e uma misteriosa mulher polaca.

DeVito receberá o Prémio Honorário durante uma cerimónia em que será reposto um dos seus clássicos de carreira, A Guerra das Rosas, onde interpretava um advogado de um atribulado caso de divórcio entre as personagens de Kathleen Turner e Michael Douglas. Durante a permanência do actor, ainda teremos espaços para contemplar o seu novo trabalho de direção, a curta-metragem Curmudgeons.

 

Sobre o Evolution!: um festival em crescimento em Maiorca

Sol e Cinema, juntos para formar um dos festivais mais ascendente nos últimos anos no Mediterrâneo. Durante os cinco anos de existência, Evolution! usufrui de uma "boa evolução", revela a diretora do festival, Sandra Seeling Lipski, "tempo para aperfeiçoar e aprender constantemente". Fundado por um equipa jovem, mas igualmente dedicada, e situado na maior ilha das Baleares, Maiorca, "o lugar perfeito para um evento cultural", Evolution! presenteará dez dias recheados de Cinema Independente, sob a batuta de "grandes novos realizadores". Porém, afirma que "este termo "novo" nada tem de relacionado com a idade, temos cineastas que estão a começar os primeiros passos e tem idades compreendidas entre os 40 e 50 anos. Estamos perfeitamente interessados nos filmes e não na natureza dos seus 'criadores'".

Sandra Seeling Libski

No total, a programação integrará mais de 40 metragens, divididos em ficções de longas e curtas, animações e produções documentais, nesta última, destaca-se o recente documentário de Matt Whitecross (A Caminho de Guantánamo), Oasis: Supersonic, uma viagem ao universo criado pela homónima banda de rock inglesa.

Contudo, esta edição de 2016 terá como principal foco a Nova Vaga do Cinema Alemão. O Evolution! destacará "os novos talentos dos últimos três anos, tempo esse, que a Alemanha tem adquirido uma nova vida cinematográfica", afirma Lipski. A mostra contará com os aclamados Herbert (A Heavy Heart, de Thomas Stuber), a história de uma antigo campeão de boxe reduzido ao trabalho precário, e Wild, de Nicolette Krebitz, sobre uma jovem mulher que desafia a hipocrisia da civilização.

Herbert

Para além da presença de um actor tão querido em terras de Hollywood [DeVito], o festival contará ainda com outros inúmeros convidado, entre os quais a realizadora francesa Fabienne Berthaud, que apresentará a sua mais recente obra, Sky, com Diane Kruger e Norman Reedus nos principais papeis.

O 5º Evolution! Mallorca International Film Festival arrancará  já amanhã, 3 de novembro, e se prolongará até dia 12. Para Sandra Seeling Lipski, os próximos passos para o crescimento do ainda jovem festival tem como vista "os termos de intensidade, transformar o Evolution! numa referência dos festivais europeus, e tendo em conta o bom tempo que nos acolhe durante este período, parece que estamos num bom caminho". 

Novo Trailer de xXx: Return of Xander Cage

deepika-padukone-and-vin-diesel-latest-still-from-xxx-the-return-of-xander-cage-1

A personagem Xander Cage está de regresso ao franchising Triple X (xXx), e temos mais um trailer confirma isso.
 
Recordamos que Triple X, estreado em 2002, seguia as aventuras de Xander Cage, um atleta de desportos radicais que é recrutado pelo Governo para uma arriscada missão em Praga. Realizado por Rob Cohen, também ele realizador do primeiro Fast and Furious (Velocidade Furiosa), que em conjunto com este filme lançaram Vin Diesel para o estrelato. Samuel L. Jackson e Asia Argento compunham o elenco deste êxito de bilheteira, tendo rendido em todo o Mundo cerca de 277 milhões de dólares.
 
Vin Diesel recusou a sequela (State of Union), segundo consta, procurava afastar-se da figura de ação o qual se encontrava anexado, tendo sido substituído por Ice Cube. Porém, esta continuação, estreada em 2005, não causou empatia com o público e em termos de box-office ficou muito aquém das expectativas (72 milhões rendidos em todo o Mundo, o mesmo que o orçamento do primeiro).
 
Vin Diesel e Samuel L. Jackson regressam à fasquia, Tony Jaa, Donnie Yen, Toni Collete e Ruby Rose completam o elenco. D.J. Caruso será o realizador.
 
xXx: The Return of Xander Cage tem estreia prevista para janeiro de 2017.
 
 
 

Contactos

Quem Somos

Segue-nos