Menu
RSS


Curtas Vila do Conde: «Tiger», entre a magia e o drama profundo

O surreal e o real misturam-se neste conto de uma família afetada pelo alcoolismo paterno, usando para isso apenas um episódio, o suficiente para ver como esse evento nos molda num desenvolvimento orgânico familiar, mas também em relacionamentos futuros.

A forma como Mikko Myllylahti encontra para aligeirar o tom pesado da temática foi introduzir na figura de um filho a forma de um tigre, inspirado na subcultura do Cosplay que vai nos acompanhar durante todo o filme.

Jogando bem com cenas interiores e exteriores e culminando num baile ao som apaixonado dos Future Islands, mais que um trabalho extremamente conseguido, o que Tiger oferece é um cineasta com grande maturidade - esta é a sua sexta curta metragem - para contrabalançar um tom de magia e alienação no meio de um drama profundo que lhe saiu da própria história pessoal.


Jorge Pereira



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos