Menu
RSS


«Ce qui nous lie» (Aquilo que Nos Liga) por Jorge Pereira

Ocasionalmente, o cinema francês faz incursões pelo campo a dentro para estudar o legado das suas explorações vinícolas. Este Ce qui nous lie (Aquilo que Nos Liga) é o mais recente caso de estudo, um filme onde Cédric Klapisch conta a história de um trio de irmãos que tem de lidar com a morte do pai, a herança e as memórias que ele deixou.

Estes três há muito tempo não se viam (em conjunto), especialmente por «culpa» de Jean (Pio Marmai), que há dez anos saiu do local e fez família e negócio na Austrália, regressando a casa com a sua relação no estrangeiro tremida. Quem ficou junto ao pai e a trabalhar na herdade foi Juliette (Ana Girardot), uma mulher insegura que trabalha num negócio regido essencialmente por homens, e Jérèmie (François Civil), preso a um casamento onde frequentemente é pressionado pelo sogro, um explorador vinícola rival.

Mais próximo de Premier crus, de Jérôme Le Maire, do que de Saint Amour, de Benoît Delépine e Gustave Kervern, Ce qui nous lie explora o peso do legado e das origens, as recordações e arrependimentos do passado, bem como a realidade dos tempos modernos que colocaram entre a espada e a parede muitas destas explorações.

Klapish, eternamente conhecido pela trilogia A Residência Espanhola|As Bonecas Russas|Puzzle Chinês, abandona assim a sua zona de conforto, a cidade, para entrar por paisagens bucólicas, estonteantes (que ele não se cansa de filmar) e relações complicadas entre irmãos cuja ligação é a herdade que agora lhes será entregue se forem pagas todas as taxas ao estado que estão estabelecidas na lei.

Perito em mostrar uma França simpática e romântica, o cineasta usa todo o tipo de artifícios para levar a água ao seu moinho, como flashbacks pastelões, split-screens, planos picados, de conjunto, gerais (com recurso a drones), uma banda-sonora melancólica a cargo dos habitués na sua cinematografia Kraked Unit (com Camélia Jordana na voz) e uma mensagem que ainda pica o ponto na ecologia, no feminismo e no poder das relações fraternais numa sociedade capitalista sufocante para os negócios tradicionais.

Tudo demasiado académico, certinho, bonitinho, meloso. Tudo extremamente previsível no enredo e nas emoções. 


Jorge Pereira



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos