Menu
RSS


«Jeune femme» (Montparnasse Bienvenüe) por Jorge Pereira

Estás na merda?", pergunta a certa altura uma mulher a Paula, a nossa protagonista, após a "reencontrar" anos depois da escola primária. Paula diz que não, mas nós sabemos que aquela rasgão na testa, todos os seus tiques nervosos e marcas de cansaço em torno dos olhos são imagens de marca de uma mulher que no primeiro terço do filme tenta desesperadamente falar com o ex-companheiro que a abandonou.

O resto é o processo evolutivo da sua condição psicológica, o encontrar um novo rumo - sempre com o gato do ex-companheiro ao lado - para uma vida que a afastou da realidade e de todas as pessoas que conhecia.

Nisto, e apesar de alguns diálogos interessantes e da lente sagaz e fotográfica da argumentista e realizadora Léonor Serraille, o que sobressai acima de tudo é Laetitia Dosch, a atriz que assombrosamente vai através das expressões e palavras nos contar a sua solidão e obstinação, o seu processo de cura natural e de crescimento pessoal sem qualquer toque dos livros de auto-ajuda que tanto povoam as livrarias numa espécie de auto-comiseração para "encalhadas".

São poucas as palavras para descrever Dosch, atriz que trabalha em vários níveis e entra na sua personagem quase forma fantasmagórica, vagueando entre humores e estados de espírito com uma capacidade de transformação imediata e profundamente natural. A sua expressão, entoação e a habilidade com que evoca as palavras do guião, transformam-na numa mulher plena de força, uma sobrevivente à desilusão amorosa, à deslocalização geográfica (é de Lyon, vive em Paris) e consequente isolamento de verdadeiras amizades. Isto vestida numa personagem que poderia fazer parelha com uma Gena Rowlands nas mãos de John Cassavettes, ou na Sue (1997) de Amos Kollek, que a própria cineasta confessa te-la inspirado.

Uma nota ainda para a aptidão de Serraille para reger universos femininos fortes, mas sempre sentimentais, dando toda a humanidade do mundo a uma personagem que não consegue escapar nunca a situações burlescas que refletem a sua condição e à presença de figuras secundárias tão atípicas, como interessantes, embora nunca sejam bem exploradas.

No final, os olhos bipolares da protagonista refletem bem os estados diferentes em que a encontramos ao longo do filme.


Jorge Pereira



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos