Menu
RSS


«Corpo Elétrico» por André Gonçalves

Se inicialmente o "corpo elétrico" do título parece apontar para o corpo do eixo principal do filme, o jovem Elias, liberto de preconceitos e romantismos, no final, percebemos um segundo sentido: o corpo pode ser, acima de tudo, o corpo vibrante de personagens que compõe esta narrativa aberta sem checkpoints obrigatórios: os colegas da fábrica têxtil onde trabalha (e onde, apesar de assumir um cargo superior, essa superioridade é totalmente descartada na hora de estar com eles, para desconforto de um dos seus chefes); o seu ex-parceiro rico Artur; o segurança com quem troca um flirt e depois uma escapadinha; o parceiro sexual ao qual conta o seu dia-a-dia e os seus sonhos...  

Em estreia nas longas-metragens atrás da câmara, Marcelo Caetano (que é também coargumentista e assistente de realização de "Mãe Há Só uma" de Anna Muylaert, que encerrará esta edição do Queer) partiu com a vontade clara de traçar um panorama da cidade de São Paulo, aqui e ali idealista, sim, mas com as melhores intenções, e sempre despertando a nossa atenção. Para tal, construiu um guião com recurso a um trabalho sempre em colaboração com os seus atores, estimulando o improviso destes - um pouco à imagem do que temos por cá com João Canijo, por exemplo. Tal como Canijo, o resultado equivale muitas vezes a sentirmos que estamos a testemunhar pedaços destas vidas ao vivo, de estarmos a caminhar ao lado delas (como aquele travelling à saída da fábrica, que vai juntando e reordenando conversas, certamente um dos pontos altos aqui), ou de estarmos a espreitá-las de perto. 

Caetano mostra assim a outros cineastas, que sim, é possível fazer narrativas estimulantes fora de convenções, sem que para tal se tenha que alienar a audiência. É possível portanto aproximar o cinema dos retalhos da vida nem sempre alinhados. O que conta até nem é nada que não tivéssemos experimentado anteriormente, mas há aqui uma energia, um sentir do pulso da cidade e destas vidas, que vai cativando, que vai justificando toda a nossa atenção neste corpo em movimento. 

André Gonçalves



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos