Menu
RSS


«Le Voyage de Fanny» (A Viagem de Fanny) por Jorge Pereira

É inevitável mencionar Un sac de billes (1975), de Jacques Doillon, quando falamos deste Le Voyage de Fanny, de Lola Doillon, filha do cineasta mencionado, o qual dedicou grande parte da sua cinematografia aos mais jovens (A Rapariga de Quinze Anos, O Pequeno Criminoso, Ponnete).

Lola, aqui na sua terceira longa-metragem, que abordou a adolescência em Et toi, t'es sur qui? (2007), segue aqui os passos do pai numa reconstituição baseada em factos verídicos da França ocupada, pondo em atenção a história real de Fanny Ben-Ami, uma menina de apenas 12 anos que juntamente com um grupo de crianças, se aventura pela França ocupada numa tentativa de conseguir escapar aos nazis e chegar à Suíça.

Construído sob o ponto de vista das crianças e feito particularmente para crianças, numa mistura de drama, thriller e filme de aventura, a fita reserva-nos o rol de dificuldades e contrariedades que o jovens passaram no seu caminho, como lidar com o abandono forçado dos pais, a experiência de viver num orfanato, a fuga aos em circunstâncias perigosas, a perseguição dos soldados alemães, ou o medo de encontrar colaboracionistas franceses com o regime do Fuhrer.

Esse olhar adocicado e ingénuo, nunca é capaz de escapar e de envolver o espectador  para além da superficialidade, das situações perigosas, geralmente  resolvidas com maior ou menor dificuldade principalmente porque quase todos os adultos no filme são apresentados como pouco confiáveis, ou pouco dispostos a ajudar, deixando os mais pequenos à sua mercê.

Apesar do esforço e da dedicação da cineasta, não há aqui nada profundamente original ou que dê identidade e singularidade à fita, que apenas consegue transmitir emoções do senso-comum, algo que naqueles tempos parecia estar completamente corrompido.

Ainda assim, há mérito em Lola Doillon, nem que seja por pegar num tema tão sensível e intenso sem necessitar cair forçadamente no drama exploratório e manipulador (da lágrima fácil) como As Crianças de Paris, de Rose Bosch.


Jorge Pereira



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos