Menu
RSS


«100 metros» por Jorge Pereira

Boas intenções nunca fizeram grandes filmes e 100 metros, uma comédia dramática de superação ao estilo americano (a produção é luso-espanhola), visita somente os lugares comuns do género, traduzindo-se num espetáculo onde a mensagem que se quer passar é a sua única e verdadeira qualidade.

Baseado na história real de Ramón Arroyo, um homem que aos 32 anos é diagnosticado com Esclerose Múltipla, e que, contrariando todos os prognósticos, decide participar numa prova conhecida como Iron Man (e que consiste em fazer 3,8 km de natação, 180 Km de ciclismo e 42 Km de corrida), 100 metros conta no elenco com uma dupla de sucesso no cinema espanhol - Dani Rovira e Karra Elejalde - e que aqui mostram mais uma vez uma boa quimica no grande ecrã, embora pareçam demasiadas vezes agarrados às personagens tipo (e implicantes uma com a outra) que já apresentavam na saga Ocho Apellidos (Vascos & Catalanes).

Ainda assim, a dupla – mais carregada de drama que o costume, e que até faz lembrar a relação entre Rocky Balboa e o seu treinador no primeiro filme da saga Rocky– consegue funcionar simbioticamente, até porque são duas pessoas de certa maneira semelhantes e que se vão ajudar mutuamente: uma tem fisicamente uma doença generativa; o outro diz que a vida em si é degenerativa, encontrando-se atualmente sem razão para viver. A eles junta-se no elenco Alexandra Jiménez e uma Maria de Medeiros resumida a um interesse amoroso caído do céu (diretamente para uma praia) da personagem de Elejalde.

Há ainda que mencionar alguns papéis secundários atribuídos a pessoas reais que têm a doença, mas em vez de estas surgirem em cena num estilo mais documental e realista, são formatadas pelo plano/fórmula do cineasta, o que torna tudo muito mais previsível, seja no drama, seja no humor, seja na linguagem cinematográfica.

Perde-se assim uma boa oportunidade para fazer mais que um filme "feel good" que se rende simplesmente ao facilitismo e ao sentimentalismo. E falta um verdadeiro retorno artístico – enquanto Cinema - como existia em trabalhos com uma brutal carga dramática como esta, como O Escafandro e a Borboleta.

Marcel Barrena, o realizador, sabe que conseguiu melhor no seu documentário Món Petit, de 2012, no qual analisava mais uma daquelas "histórias maiores que a vida", sobre Albert Casals, um jovem numa cadeira de rodas que não se vê impedido de cumprir o seu sonho e viajar pelo mundo.

O Melhor: Ramón Arroyo e a sua história. A mensagem de esperança e resiliência
O Pior: Os lugares comuns, o sentimentalismo à força


Jorge Pereira

 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos