Menu
RSS


«Collide - A Alta Velocidade» por Jorge Pereira

Nos tempos que correm, parece que por amor vale tudo, até mesmo assaltar o camião de um traficante de drogas (Anthony Hopkins) para entregá-lo a outro (Ben Kingsley), isto para conseguir dinheiro para salvar a namorada (Felicity Jones) que precisa de 200 mil dólares para o transplante de um rim.

Esta é a tarefa do nosso protagonista (Nicholas Hoult) e parece ser a grande mensagem de Collide (basta ver o poster), mais um pontapé no ar do realizador Ethan Creevy, cujo filme anterior, Welcome To The Punch (Conspiração Explosiva), já não sobrevivia às intenções.

Deixando os moralismos e julgamentos de lado nesta coisa do que é o amor e romantismo nos tempos modernos, a verdade é que Creevy desperdiça o talento de todos os que estão a bordo com ele nesta viagem. Buscando mais uma vez a inspiração em cineastas como Michael Mann, John Woo e Guy Ritchie, o cineasta apresenta um trabalho repleto de sequências de ação que se vende pelas perseguições automobilisticas (supostamente vistosas) que tem. Não se iludam. Sem nunca fugir dos clichés na narrativa e das personagens, o filme apresenta sequências monótonas e resume-se a um episódio descartável no género.

No meio de tanta salganhada, que dizer das prestações dos atores? Claro está que é bom ver a dupla Anthony Hopkins/Ben Kingsley a confrontar-se, mas as suas personagens são tão derivativas que mesmo com a sua qualidade não se consegue fazer muito delas. À frieza e calculismo do primeiro (o estado natural de Hopkins desde O Silêncio dos Inocentes), Kingsley responde com excentricidade e loucura, como se o traficante que representa fosse filho de uma personagem de Snatch e outra de Gato Preto, Gato Branco.

Já a dupla de pombinhos, Hoult e Jones, cumpre o seu papel neste conto pastelão, capaz de atrair adolescentes fanáticos e cuja ideia de amor se enquadra na tagline do filme.

Não se enganem, Collide é um desperdicio de tempo, talento e dinheiro. Se a tentativa era fazer uma espécie de Velocidade Furiosa ou um Ronin a esteroides, Collide não passou da primeira curva....

O Melhor: Os atores
O Pior: Tudo o resto


Jorge Pereira



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos