Menu
RSS

 



«Attack of the Lederhosen Zombies» por Jorge Pereira

Num género tão saturado como o dos filmes de zombies, até um título como Attack of the Lederhosen Zombies não nos faz sorrir como o faria antes dos anos 2000.

Eis o enésimo filme de mortos-vivos que acaba por ser bem mais divertido e estimulante para quem o filma (atores-realizadores) do que para o espectador mais eclético.

Estamos numa estância de Inverno e um grupo de habitantes locais e snowboarders vê-se a lutar pela sobrevivência após uma experiência que corre mal transformar quase toda a vida da região (animais incluidos) em seres raivosos, comedores de carne. O foco é então a sobrevivência de um grupo de personagens mais interessante pelo que representam, do que propriamente pelo que são, não faltando obviamente rios de sangue e até um relacionamento amoroso para nos tentar cativar.

Apesar de possuir alguns momentos de humor, e do diretor austríaco Dominik Hartl tentar fazer o jogo sabiamente entre as comédias dos anos 80 nas estâncias de ski e os filmes de horror com mortos vivos, esta orgia splatter alpina não sobrevive à sua premissa sem nos provocar um profundo entediamento e uma sensação continua de Déjà vu. Pequenos detalhes como os zombies reagirem à musica local (o tirolês, pois bem) e algumas mortes macabras envolvendo pranchas de snowboard dão ao filme alguma unicidade e consistência, mas tudo o que aparece em cena parece uma curta-metragem na roupagem de uma longa.

O Melhor: Algumas piadas
O pior: A sensação que já vimos isto tudo muito melhor


Jorge Pereira



Deixe um comentário

voltar ao topo

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos