Menu
RSS

 



«A Monster Calls» (Sete Minutos Depois da Meia-Noite) por Paulo Portugal

J.A. Bayona regressa a San Sebastian com um novo projecto abraçado por um estúdio de Hollywood. Depois da sua passagem pelo festival de Toronto, A Monster Calls foi exibido em San Sebastian como veículo a acompanhar o Prémio Donostia atribuído a Sigourney Weaver homenageando a sua carreira.

Esta  adaptação da fantasia juvenil de Patrick Ness, baseada na ideia original de Sioband Dowd, ao aperceber-se que tinha um cancro terminal, permite ao cineasta acercar-se do ambiente de inquietação de O Orfanato (2007) e articulá-lo com majestosos efeitos especiais e animação. De alguma forma, a experiência com efeitos especiais, absorvida em O Impossível, o filme que o trouxe ao festival basco em 2012, permitiu-lhe criar um resultado coerente que o leva mesmo a que A Monster Calls possa ser legitimamente comparado ao recente O Amigo Gigante, de Steven Spielberg.

Na génese da história esta a forma como Connor O’Maley (Lewis MacDougall) reage à doença da mãe (Felicity Jones), sobretudo através de um pesadelo recorrente em que um monstro gigantesco, recriado a partir do físico e movimentos de Liam Neeson, que também empresta a sua voz. Segundo ele, Connor teria de ultrapassar três pesadelos (ilustrados por animações e aguarelas convincentes) e produzir ele próprio um quarto para se libertar. Para além disso, lidará com o pai divorciado (Toby Kebbel) e ainda a avó materna, interpretada com serenidade por Sigourney Weaver.

Depois da bela recepção em Toronto e da choradeira em sala que presenciamos aqui em San Sebastian, é natural que o adiamento da estreia para o início de 2017 esteja relacionado com possíveis nomeações para os prémios de cinema. A rivalizar até com o filme de Spielberg. Esta comparação até é legitima, já que ida de uma forma próxima com o elemento psicológico dos sonhos e a forma como enforma psicoses infantis. Com a particularidade de ser defendido por um elevado nível de interpretações.

Paulo Portugal



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos