Logo
 Imprimir esta página

«The Handmaiden» (A Criada) por Hugo Gomes

Chan-Wook Park (Oldboy: Velho Amigo) apropria-se do romance literário da britânica Sarah Waters para incutir um conto de erotismo e de técnica luxuriosa onde, novamente, a "scissor sister" volta a ter a sua relevância enquanto ligação terna entre um casal (sim, algo que nos faz suspirar por A Vida de Adéle).

No centro deste jogo de enganos, traições, ciumes e artimanhas, digno de qualquer thriller hitchcockiano, The Handmaiden é uma espécie de "Origami", machucado, recortado, dobrado, aspirando uma forma que não é a sua, mas que no final o resultado é de pura beleza de criação. Uma beleza presente na direção segura e estilística de Park, que prolonga os "fracassos" omitidos na sua produção norte-americana, Stoker, ou na sedução captada pelos corpos nus, pelas sugestões sexuais e corporais que as nossas personagens transmitem com toda a satisfação.

O humor pautado e subliminar enche os frames desta narrativa contada em três vozes, duas perspetivas que complementam-se a um só olhar (terceiro ato), por entre twists e quebras-cabeças emocionais. É certo que podemos acusar de plasticidade Chan-Wook Park frente ao verdadeiro sentido da intriga. Como uma decorada "casa de bonecas", é essa conexão com o olhar do espectador que The Handmaiden adquire a sua atmosférica façanha; é negro e colorido quanto basta. Sedutor e traiçoeiro como ninguém, uma clara alusão à perversão e repreensão sexual na cultura japonesa que cria, ou apenas "educa" fetichistas de imaginações infinitas.

Com belezas ditadas de Kim-Tae-ri e da estrela sul-coreana Min-hee Kim (Right Now, Wrong Then), Chan-Wook Park recria uma das melhores obras de teor erótico dos últimos anos; corajoso ao apresentar em plenas terras da Riviera Francesa um filme que contrai um portento fascínio pela luxúria e pelo obsessivo prazer.

O melhor - o estilo algo plástico de Chan-Wook Park
O pior - essa mesma plasticidade pode ser um interveniente na intriga


Hugo Gomes



Itens relacionados

Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.