Menu
RSS


«Innocence of Memories» por João Miranda

A narrativa é um dos mecanismos (ou deveria escrever instinto?) mais poderosos. Permite-nos tecer significados e criar histórias/teorias que tentam explicar o que vemos à nossa volta. Mais importante, permite-nos construir estruturas e culturas complexas, onde podemos crescer e encontrar maneiras de estar na sociedade em que nascemos. Se durante a maior parte da História da Humanidade estas eram transmitidas de forma oral, a criação da imprensa (séc. XV) e do museu (séc. XVIII), alteraram a forma como estas narrativas circulam, a primeira provocando uma explosão em temas, formatos e públicos, a segunda institucionalizando-as (por vezes obscurecendo-as). O escritor turco Orhan Pamuk, vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 2006, um completo apaixonado pela sua cidade natal, Istambul, teve a ideia de criar uma narrativa experimental que deu origem primeiro ao livro "O Museu da Inocência" e posteriormente a um Museu.

Innocence of Memories é um filme ambicioso que tenta recontar a história do livro, usando o museu para a ilustrar, e sobrepondo a isto a Istambul de Pamuk, a sua história recente e a história do escritor e a sua relação com a cidade, num entrelaçar fascinante e cuidado, não permitindo que nenhuma das partes se sobreponha às outras. Há realizadores que sonham fazer filmes assim e que falham miseravelmente, criando mosaicos grotescos e incompletos, mas Grant Gee, o realizador, trabalha com Pamuk para criarem uma torrente de imagens (visuais e não só) que nos avassala e nos transporta numa viagem única.

A forma como o dia-a-dia de uma história de amor se mistura com o de uma cidade milenar e a sua história recente, com um deambular baudelariano constante do escritor nas ruas noturnas de Istambul, com os seus gatos e cães de rua, com a presença constante ora da história do livro/museu ora de uma entrevista de Pamuk, aproximam-se da deriva situacionista, num mapa psico-geográfico que é criado e desenrolado com o filme. Dá vontade de apanhar o próximo voo para Istambul e tentar descobrir todos aqueles locais sobrecarregados agora de situações reais e inventadas, sem qualquer diferença na sua intensidade, ou, à falta de disponibilidade, de percorrer as da nossa, lembrando todas as coisas que nos aconteceram e até, possivelmente, criando mais...

O Melhor: Pamuk; a Ideia; a Estrutura; a imagem belíssima.
O Pior: Deixa vontade de mais, mas num bom sentido.


João Miranda



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos