Menu
RSS


«Avril et le monde truqué» (Abril e o Mundo Extraordinário) por João Miranda

A Banda desenhada francesa tem uma grande tradição de anos e uma qualidade superior a muitos dos comics norte americanos que enchem as bancadas. Jacques Tardi é um dos nomes que faz parte dessa tradição e que nos tem dado vários obras, com algumas já adaptadas ao cinema, como As Aventuras de Adèle Blanc-Sec. Abril e o Mundo Extraordinário é baseado numa ideia sua e conta com a sua participação no desenvolvimento gráfico.

Passado numa Paris ucrónica em que Napoleão III morreu precocemente e a electricidade nunca foi descoberta, o filme segue a titular Abril a continuar o trabalho dos seus pais desaparecidos, tentando desenvolver um soro miraculoso que previne as doenças e até a morte. Com o desaparecimento de vários cientistas e o recrutamento forçado dos que não desapareceram pelo o Estado para a investigação bélica, Abril vê-se perseguida pela polícia e envolvida numa aventura fantástica com tecnologias estranhas.

Completamente distinta das animações norte americana e japonesa, "Abril" não deixa de ser surpreendente, tanto pelo que se passa na acção como pela invenção de tudo o que surge no ecrã. O desafio do steampunk ucrónico, com máquinas limitadas ao vapor, mas provocando uma crise de recursos semelhante à que temos, leva à criação de um mundo completamente diferente do nosso, mas, ao mesmo tempo, tão semelhante. A animação, ainda que profundamente "desenhada", tem uma fluidez e uma credibilidade que, sem procurar o fotorealismo, ajuda a definir esta realidade alternativa.

Focando-se na narrativa fantástica, mas deixando que temas maiores se desenvolvam como parte do cenário sem nunca se sobrepor a ela, "Abril" consegue o que muitos filmes tentam, mas não conseguem: uma obra profunda com temas complexos e que, ao mesmo tempo, entretém. A curiosidade de saber o que se vai seguir e qual o desenlace da história, mantém-nos presos até ao final, que não desilude. Se alguns dos temas podem não ser óbvios para uma criança mais pequena, despontarão a curiosidade e as questões das outras e levarão à reflexão de um adulto. Isso é algo único e valioso no cinema.

O Melhor: A animação; a fantasia; a primazia da narrativa.
O Pior: Que não haja mais assim.


João Miranda 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos