Menu
RSS


«Il ragazzo invisibile» (O Rapaz Invisível) por Jorge Pereira

 

É curiosa a incursão de Gabriele Salvatores (Mediterrâneo, Não Tenho Medo, Quo Vadis, Baby?) num filme de género incomum na Europa: o cinema dos super-heróis. Aqui seguimos Michele Silenzi (Ludovico Girardello), um rapaz frequentemente maltratado pelos colegas e ignorado pela rapariga que gosta. Em casa as coisas não são melhores pois, apesar de ter o apoio da mãe (Valeria Golino), sente um vazio difícil de ultrapassar: a ausência paterna.

Um dia, e após adquirir um fato de um alegado super-herói numa loja chinesa, o rapaz ganha o poder da invisibilidade, passando por todas as fases comuns no género: a descoberta; o que fazer com o dom; a responsabilidade que esses poderes trazem (lá diria o tio Ben de Peter Parker).

Mas apesar de tudo isto parecer mais um filme de um super-herói saído dos comics norte-americanos, e de existirem claras referências a X-Men e Batman, este Rapaz Invisível de Gabriele Salvatores mantém muitas das marcas que caracterizam o cinema de autor, não só pela incursão nas questões sociais ligadas a um tipo de jovens com a auto-estima no mínimo, como também naquilo que nos faz ser o que somos (isto na figura dos rapazes/vilões que abusam sistematicamente dele).

Aliás, a escolha do poder da invisibilidade não é certamente inocente ou uma cópia de Susan "Sue" Storm Richards do Quarteto Fantástico. Há claramente um toque metafórico ao mostrar um anti-herói da sua geração, ou seja, alguém que ganha o poder de passar despercebido numa idade onde tudo o que mais se deseja é ser visível, popular e conquistar a menina do colégio.

A montagem, os efeitos visuais e a banda-sonora são outras formas do filme se afastar do típico blockbuster da Marvel ou DC, preferindo-se uma abordagem mais ligada ao cinema independente norte-americano, longe do frenesim das destrutivas sequências de ação e dos efeitos visuais mirabolantes, preferindo antes focar-se na interação das personagens, na narrativa e em pequenas e deliciosas referências cinematográficas (Até GremlinsJack Burton nas Garras do Mandarim vêm à nossa cabeça).

Nisto, e apesar de não ser um filme que marcará o espectador, é um trabalho bem conseguido, com humor e que nunca se leva muito a sério. Para além do mais, se «escavarem» bem, vão perceber que tudo é mais complexo do que a camada superficial aparenta.

O Melhor: Os  temas do cinema indie mascarados em personagens frequentes nos blockbusters
O Pior: Muita gente vai confundir referências cinematográficas e homenagens com plágio e falta de criatividade


Jorge Pereira



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos