Menu
RSS

 



Viola Davis arrepende-se de trabalhar em "As Serviçais" (The Help)

 
Viola Davis, conhecida no cinema pela sua presença em Vedações e Raptadas, e na TV por Como Defender Um Assassino, afirmou estar arrependida de ter participado em The Help (As Serviçais), filme de 2011 onde ela interpreta Aibileen Clark, uma das duas empregadas negras no Mississippi em 1963, cujas histórias são contadas por uma jovem branca (Emma Stone) num livro que expõe o racismo que enfrentam no seu quotidiano.

Numa entrevista ao New York Times, Davis afirmou que não foram as "as vozes das empregadas que foram ouvidas", concordando assim com alguns críticos do filme que apontaram baterias à narrativa estereotipada do "branco salvador". “Eu conheço a Aibileen. Eu conheço a Minny. Elas são a minha avó. Eles são a minha mãe. E eu sei que se você fizer um filme onde toda a premissa é, saber como é trabalhar para pessoas brancas e criar filhos em 1963, eu quero realmente ouvir como você se sente sobre isso. E isso nunca foi ouvido no decorrer do filme".

Vale a pena referir que brevemente veremos Viola Davis nos cinemas em Widows, o novo filme de Steve McQueen (Vergonha, 12 Anos Escravo), que conta com um elenco ainda composto por Michelle Rodriguez (Velocidade Furiosa), Colin Farrell (In Bruges), Daniel Kaluuya (Get Out), Andre Holland (Moonlight), Liam Neeson (Taken) e Cynthia Erivo (The Tunnel).

Baseado numa minissérie inglesa que passou na ITV em 1983, em Widows acompanhamos  um grupo de assaltantes que são mortos durante um assalto. Coube então as suas esposas, agora viúvas, completar o «trabalho». Vale a pena notar que esta série teve duas sequelas britânicas - uma em 1985, Widows 2, e outra em 1995, She's Out! (1995) – bem como um remake norte-americano em 2002, tendo o enredo original mudado substancialmente.

Gillian Flynn, de Gone Girl, coescreveu o guião com McQueen. 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos