Logo
 Imprimir esta página

«Blade Runner 2049» gera prejuízo de dezenas de milhões

Não têm sido semanas fáceis para Blade Runner 2049, sequela do clássico de culto realizada por Denis Villeneuve (que assim "substituiu" Ridley Scott) - nomeadamente para quem investiu dinheiro no filme.

Quanto muito, este novo filme pode também orgulhar-se de ter mimicado o original na sua performance nas bilheteiras. Após uma abertura morna, o filme não conseguiu ganhar as "pernas" suficientes para reaver todo o investimento, perdendo semana após semana, metade da sua audiência. Com um orçamento de 155 milhões pré-marketing, dizia-se já que o filme precisaria de no mínimo 400 milhões para começar a gerar lucro: atualmente as receitas estão nos 240 milhões de dólares, e a esperança que o mercado chinês fosse um outlier a outros mercados (nomeadamente o norte-americano e o português) morreu a semana passada, quando o filme finalmente estreou por lá. 

O The Hollywood Reporter anunciou entretanto que a companhia de produção Alcon Entertainment e respetivos investidores preparam-se agora para perder um montante que poderá ascender aos 80 milhões de dólares. (Já a Sony conseguirá reaver os 110 milhões de dólares que pôs, conseguindo tirar assim partido do contrato que celebrou com a Alcon)



Itens relacionados

Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.