Menu
RSS


Estudo diz que classificações do Rotten Tomatoes não têm impacto no box-office

"As classificações do Rotten Tomatoes nunca desempenharam um papel muito importante no desempenho das bilheteiras, quer positivamente quer negativamente". Esta é uma das conclusões que um estudo executado por Yves Berquist, diretor do Data & Analytics Project no Entertainment Technology Center na Universidade do Sul da Califórnia, EUA.

Foi o próprio que publicou os resultados, contrariando assim uma ideia generalizada e alicerçada este ano em Hollywood que o agregador de críticas estava a contribuir para afastar o público dos blockbusters. Para chegar a essa conclusão, Berquist analisou os resultados do box-office desde 2000 e tentou correlacionar estes com as classificações dadas pela crítica e pelas audiências. Os resultados não mostram uma grande correlação entre notas negativas e desempenho nas bilheteiras, sendo ainda mais explicita essa tendência quando falamos do fim de semana de abertura dos filmes.

Mais, Berquist descobriu que os críticos deram em 2017 maior pontuação aos filmes que arrecadaram mais de 300 milhões de dólares em todo o mundo: a média de um filme nessas circunstâncias no Rotten Tomatoes Score atingiu os 77,5 em 2017, vários pontos acima do máximo anterior, 73 em 2013.

Já quanto à questão dos críticos estarem em desacordo com as audiências, o estudo também demonstra que tal não acontece: «Não há praticamente nenhuma diferença entre as pontuações dos críticos e as pontuações do público, e quanto maior sucesso tem o filme na bilheteria, menor é essa diferença. (...) Isso torna muito difícil isolar o impacto real dos resultados do Rotten Tomatoes no desempenho das bilheteiras: quando os executivos de Hollywood se queixam dos resultados dos Rotten Tomatoes, eles na verdade queixam-se dos gostos do público, porque é quase a mesma coisa.», conclui.

Recorde-se que as críticas ao Rotten Tomatoes acentuaram-se principalmente com os fracassos este verão de obras como Baywatch, Rei Artur: A Lenda da Espada e Emoji: o Filme.

No final de maio, o site Deadline, sempre bem colocado na esfera de Hollywood, afirmava que os estúdios estavam a culpar o Rotten Tomatoes (RT) pelos resultados abaixo do esperado para estes "filmes pipoca", e um artigo recente no New York Times mostra vários exemplos dessa ideia que Hollywood parece querer acreditar e vender.

Em nota de curiosidade, vale a pena lembrar que o Rotten Tomatoes pertence a empresas com ligações ao cinema. A Fandango, parte da NBCUniversal, que também possui a Universal Pictures, tem uma participação de 75%, com o restante a fazer parte da Warner Bros. 

 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos