Menu
RSS


9-1-1. A primeira impressão

A frase que mais vamos ouvir nesta nova aposta da FOX é "9-1-1. What's your emergency?"

No episódio piloto cabe a Abby Clark (Connie Britton) a apresentação do propósito desta nova série. A experiente atriz de Nashville e da saudosa Friday Night Lights humaniza logo nos primeiros momentos deste primeiro capítulo, a história. Abby é uma operadora do serviço de emergência, que com um grande problema em casa, não negligencia a sua missão de tentar, a todo o custo, ajudar a salvar a vida de terceiros através do telefone.

9-1-1 aborda as histórias das equipas que prestam primeiros socorros em Los Angeles - bombeiros, paramédicos e polícias. À experiente Connie Britton juntam-se os igualmente competentes Peter Krause, que interpreta o bombeiro Bobby, que se entrega de alma e coração ao trabalho para tentar superar vícios pouco saudáveis, e Angela Bassett que dá vida a Athena, uma agente da polícia com problemas matrimoniais.

A série não mostra nada que já não tenhamos visto. Polícias, bombeiros, paramédicos e as suas rotinas habituais e as suas vidas além da profissão.

A série criada por Brad Falchuk, Tim Minear e Ryan Murphy tem uma surpreendente falta de coerência narrativa: duas emergências principais e várias menos importantes são dispersas pelo episódio sem terem uma relação entre si. É ao jovem bombeiro Buck (Oliver Stark) que cabe o "privilégio" de ter um arco narrativo ao longo do episódio piloto, começa por ser um rapaz irresponsável e acaba por ser obrigado a amadurecer.

Mas o maior problema de 9-1-1 é o facto de que aos três principais e excelentes atores: Britton, Krause e Bassett não têm um minuto de interação entre si. As personagens são sedimentadas no seu próprio universo: Britton está presa a trabalhar em frente a um computador, Bassett está distraída com problemas com o marido e a Krause cabe o papel de ser babysitter. Este facto é um tanto ou quanto ofensivo para o publico que, certamente adoraria ver estes três experientes atores a ter algum tipo de interação entre si e poderiam, sem grande esforço oferecer à audiência momentos com mais e melhor latitude narrativa e interpretativa. É mais estranho ainda o facto de que é dado ao já citado Bobby e a Aisha Hinds e Kenneth Choi - três personagens secundárias - os momentos mais memoráveis do episódio.

Vamos ver como serão os próximos episódios sendo que, apesar da experiencia não ter oferecido nada de novo, não é possível ignorar a presença de Bassett, Krause e Britton. Atores que têm provas mais que dadas de que são bons naquilo que fazem e por isso são chamariz imediato de públicos. Pelo elenco escolhido, queremos mais e obrigatoriamente melhor.

É uma obrigação!



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos