Logo
 Imprimir esta página

Edgar Wright admite sequela de «Baby Driver»

Baby Driver estreou nos EUA na passada sexta-feira com uma abertura de 21 milhões de dólares (arrecadados em todo o fim-de-semana de estreia), tornando-se na melhor da carreira de Edgar Wright. Em conjunto com um "mar" de críticas eufóricas, muitas delas atribuindo o título de "um dos melhores filmes do ano", não era de esperar que uma sequela estivesse nos planos. Em exclusivo ao podcast da Empire - Spoiler Special - Edgar Wright admitiu a possibilidade da continuação.

O estúdio perguntou-me se acharia bem em escrever uma sequela e este [Baby Driver] é um dos filmes que tenho potencialidades de continuar porque existe muito por onde explorar em termos de personagens. Baby poderá chegar a novos lugares. (…) Eu acho que com o Baby Driver há mais do que aquilo que podes fazer nesse reino, e tenho uma ideia de que, se nós fizermos outro [filme], subverteria o seu envolvimento no crime de uma maneira diferente, então a personagem deixaria de ser um aprendiz".

Edgar Wright salientou ainda que existe uma particular cena eliminada que tão bem serviria como sequência pós-créditos e "gancho" para a eventual sequela.

Recordamos que no filme, seguimos um jovem e talentoso condutor (Ansel Elgort) que juntamente com um grupo de criminosos decide participar num assalto - que vai correr mal. Kevin Spacey, Lily James, Jon Bernthal, Jon Hamm e Jamie Foxx são outros dos atores presentes, num filme onde a banda-sonora terá um forte impacto na acção.

Baby Driver teve a sua estreia mundial no SXSW, e está agendado chegar aos cinemas portugueses em agosto. 



Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.