Logo
 Imprimir esta página

Trailer de «After Louie», amor após a SIDA

Depois da bomba de 120 Battements par Minute em Cannes, parece que o ativismo na luta contra a epidemia do HIV volta a estar no mapa cinematográfico. 

E é precisamente um dos membros originais do grupo ACT UP (retratado no filme de Robin Campillo) que agora se vira para as longas-metragens. Falamos de Vincent Gagliostro, que tem então na sua primeira longa-metragem, intitulada de After Louie, um olhar sobre o que sobrou deste mundo contemporâneo gay após a vaga inicial da epidemia ter ceifado muitos dos seus membros - tentando assim manter viva a memória de uma epidemia então mortal, agora felizmente, com o sucesso de campanhas de prevenção e diagnóstico precoce e os avanços da ciência, uma "mera" infeção crónica que obriga à mesma vigilância periódica que tantas outras infeções ou condições...  

Alan Cumming é Sam, um artista e ativista gay nova-iorquino que viu o seu amigo William ser uma das inúmeras vítimas das complicações provocadas pelas vírus imunodeficiente (aka SIDA), e que passa os seus dias a editar filmagens deste seu amigo, enquanto vagueia numa espiral de relacionamentos com homens mais novos, com os quais paga para estar. É entre estes homens que Sam se cruza com Braeden - interpretado por Zachary Booth (Keep the Lights On). 



Copyright © 1999-2017 C7nema. Todos os direitos reservados/All rights reserved.